Ilda Brasil - Delegada do Estado do  Rio Grande do Sul

 

 

Por Juliana Mesquita, ex-aluna do Colégio Piratini, de Porto Alegre/RS

Ilda Maria Costa Brasil nasceu em 4 de março de 1949, em Restinga Seca/RS, filha de Adelino Alves da Costa e Maria - Jesus Barrios da Costa. Há muitos anos reside em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Formada em Letras: Português - Inglês (Licenciatura Curta), na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Imaculada Conceição, agregada à Universidade Federal de Santa Maria / RS; Letras: Português e Literatura Brasileira (Licenciatura Plena), na Universidade do Vale dos Sinos de São Leopoldo / RS; Pós-Graduada em Recursos Humanos para Administração e Supervisão de Escolas, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É Professora de Redação, Literatura e Língua Portuguesa no Colégio Conhecer. Ao longo de sua caminhada literária, conquistou vários prêmios.

 

 

Tempo de viver!
 

Ilda Maria Costa Brasil - Porto Alegre - RS - Brasil
 
           Há muito meu coração está a me dizer que devo reformular o jeito como estou conduzindo a minha vida. Palpita insistentemente, falando-me que devo permitir que aflorem emoções e sentimentos que estão sufocados e aprisionados em meu peito; todavia, não me alertou que, nesta nova caminhada, eu teria de remover inúmeras pedras, desviar de espinhos e, principalmente, romper com minha solidão.
          Transformar um céu acinzentado e nublado em azul celeste requer maestria e habilidade. Minhas “armas” são poucas. Tenho como estrela guia apenas sonhos e lembranças da adolescência que registram fatos e momentos que eu não soube perceber e, tão pouco, valorizá-las. A ânsia de encontrar a felicidade rapidamente, levou-me a cometer erros e a magoar profundamente a outras pessoas que, algumas, por cultivarem grandes sentimentos, não guardaram rancores e nem ressentimentos.
          Oh, como seria bom se pudéssemos voltar no tempo e recomeçar tudo! Minha aspiração se confunde com a imensa vontade de dar sentido a minha vida, com a vontade de percorrer caminhos perfumados, brisas orvalhadas e céus cobertos de estrelas.
         À medida que esse desejo toma conta de mim, um doce aroma floral vai inundando o ar e vejo-me num barquinho iluminado em alto mar.
         Mudanças nos abrem portas, reativam anseios de reencontrar antigos amigos e nos dizem que ainda é tempo de viver. 

 

Autora do Portal CEN e Subscritora da Liga dos Amigos do Portal CEN

http://www.caestamosnos.org/Liga_Amigos_CEN/Ilda_Brasil/Index.html

 

 

 

 

Fundo Musical:

Ser Poeta (Perdidamente)
Música: João Gil
Letra: Florbela Espanca

 

Arte: Iara Melo

Resolução do Ecrã 600 *800

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright © 2007 - 2008 *  Portal CEN - Cá Estamos Nós Web Page

Todos os Direitos Reservados