Portal CEN  *** Pesquisas Carlos Leite Ribeiro ***

 

CONHEÇA-NOS:

Dia de São José - Dia do Pai

 

19 de Março

 

 

Trabalho e pesquisa de Carlos Leite Ribeiro

 

Formatação: Iara Melo

 

 

 

Origem do Dia dos Pais : Ao que tudo indica, o Dia dos Pais tem uma origem bem semelhante ao Dia das Mães. Pelo menos é o que mostra a tradição norte-americana. Em ambas as datas, a ideia inicial foi praticamente a mesma: criar datas para fortalecer os laços familiares e o respeito por aqueles que nos deram a vida.
                                Em 1909 Sonora Louise Dodd, filha do veterano da Guerra Civil, John Bruce Dodd, ao ouvir um sermão de sua mãe, teve a ideia de celebrar o Dia dos Pais. Sonora, de Washington, queria um dia especial em homenagem ao pai, que viu sua mulher dando a luz ao sexto filho, tendo que criar o recém-nascido e seus outros cinco filhos sozinho. Já adulta, Sonora sentia-se orgulhosa de seu pai ao vê-lo superar todas as dificuldades sem a ajuda de ninguém; foi destemido e amável. Então, já que John Bruce Dodd, pai de sonora, nascera no mês de Junho, ela escolheu celebrar o primeiro Dia dos Pais em Spokane, Washington, no dia 19 de Junho de 1910.
                                Por fim, em 1924 o presidente Calvin Coolidge, apoiou a ideia de um Dia dos Pais nacional e, finalmente, em 1966, o presidente Lyndon Johnson assinou uma proclamação presidencial declarando o terceiro Domingo de Junho como o Dia dos Pais.
                                PELO MUNDO:
                                Pelo menos onze países também comemoram o Dia dos Pais à sua maneira e tradição. Na Itália e Portugal, por exemplo, a festividade acontece no mesmo dia de São José, 19 de Março. Mesmo com a ligação católica, essa data ganhou destaque por ser comercialmente interessante. Saiba mais:
                                - Reino Unido - No Reino Unido, o Dia dos Pais é comemorado no terceiro domingo de Junho, sem muita festividade. Os ingleses não costumam se reunir em família, como em Portugal. É comum os filhos agradarem os pais com cartões, e não com presentes.
                                - Argentina - A data na Argentina é festejada no terceiro domingo de Junho com reuniões em família e presentes. n Grécia - Na Grécia, essa comemoração é recente e surgiu do embalo do Dia das Mães. Lá se comemora o Dia dos Pais em 21 de Junho.
                                - Portugal - A data é comemorada no dia 19 de Março, mesmo dia que São José. Surgiu porque é comercialmente interessante. Os portugueses não dão muita importância para essa comemoração.
                                - Canadá - O Dia dos Pais canadense é comemorado no dia 17 de Junho. Não há muitas reuniões familiares, costuma ser uma data mais comercial.
                                - Alemanha - Na Alemanha não existe um dia oficial dos Pais. Os papais alemães comemoram seu dia na mesma data que Jesus Cristo ressuscitou. Eles costumam sair às ruas para andar de bicicleta e fazer piquenique.
                                - Paraguai - A data é comemorada no segundo domingo de Junho. Lá as festas são como no Brasil, reuniões em família e presentes.
                                - Peru - O Dia dos Pais é comemorado no terceiro domingo de Junho. Não é uma data muito especial para eles.
                                - Austrália -  A data é comemorada no segundo domingo de Setembro. E a comemoração é igual ao do Brasil, com direito a muita publicidade.
                                - África do Sul - A comemoração acontece no mesmo dia do Brasil, mas não é nada tradicional.
                                - Rússia - Na Rússia não existe propriamente o Dia dos Pais. Lá os homens comemoram seu dia em 23 de Fevereiro, a chamada data "o dia do defensor da pátria" (Den Zaschitnika Otetchestva).
                                Ser pai não é para qualquer um... não mesmo! Fortes, protectores, ou mesmo atrapalhados, eles inspiraram inúmeros criadores a explorar suas histórias. Aventuras, comédias ou dramas.
                                A verdade é que todo dia é dia dos Pais! E o maior presente que você pode dar a ele, todos os dias, é dizer sempre o quanto você o ama. Afinal de contas, se: "mãe é mãe", "pai é pai", não é?

                                Dia do Pai: diferentes culturas, dias distintos
                               

 

 

Iara Melo e o seu Pai Josias Bezerra da Silva

 

 

Em países profundamente católicos como é o caso de Portugal e da Itália, a imagem do Pai está associada à figura do Pai de Jesus, São José, Patrono da Igreja Católica, de todos os pais e dos trabalhadores. Nestes países, a 19 de Março, dia consagrado pela Igreja ao Guardião Espiritual da Igreja e da Família desde 1870, celebra-se o Dia do Pai, muito embora as festas em honra de São José tenham tido origem na Sicília na Idade Média.
                                Nos países anglo-saxónicos, maior destaque é dado a um outro Santo, Saint Patrick. Sendo o dia a ele consagrado apenas dois dias antes do dia de São José, a natural associação entre José e a figura do Pai predominante no Sul da Europa nunca poderia ter a mesma expressão em países como a Irlanda, a Inglaterra e os EUA.
                                Nos EUA, o 3.º domingo de Junho foi proclamado oficialmente Dia do Pai pelo Presidente Lyndon Johnson em 1966, embora não-oficialmente esta data fosse celebrada desde 1909, altura em que a Sra. Sonora Dodd resolveu homenagear o seu pai, na tentativa de minimizar a discriminação existente entre Pai e Mãe neste tipo de celebração anual.
                                Outros países seguiram o modelo americano de celebração do Dia do Pai, dissociando-o da figura de São José: no Brasil, a data foi importada pelo publicitário Sylvio Bhering em 1953, sendo actualmente celebrada no segundo domingo de Agosto; em França, todos os pais são homenageados, desde 1968, no segundo domingo de Junho e, na Suécia, em Novembro.
                                
                                São José
                                Basta traçar um paralelo entre a vida cheia de sacrifícios de São José, que trabalhou a vida toda para ver o Cristo dar a vida pela humanidade, e a luta dos trabalhadores do mundo todo, pleiteando respeito a seus direitos mínimos, para entender os motivos que levaram o Papa Pio XII a instituir a festa de "São José Trabalhador", em 1955, na mesma data em que se comemora o dia do trabalho.
                                Afinal de contas, naquele fatídico primeiro de Maio, em Chicago, operários de uma fábrica se revoltaram com a situação desumana a que eram submetidos e com o desrespeito a qualquer direito natural de uma pessoa que os patrões demonstravam. Eram trezentos e quarenta em greve e a polícia, sempre a serviço dos patrões, massacrou-os sem piedade. Mais de cinquenta ficaram gravemente feridos e seis deles foram assassinados no confronto desigual. Em homenagem a eles é que se consagrou este dia.
                                São José é o modelo ideal do operário. Sustentou sua família durante toda a vida com o trabalho artesanal, cumpriu sempre seus deveres para com a comunidade, ensinou ao filho a profissão de carpinteiro e, desta maneira suada e laboriosa, permitiu que as profecias se cumprissem e seu povo fosse salvo, assim como toda a humanidade.
                                Proclamando São José como protector dos trabalhadores, a Igreja demonstra estar ao lado deles, dando-lhes como patrono o mais exemplar dos homens, aquele que aceitou ser o pai adoptivo do Deus feito homem, mesmo pressentindo o que poderia acontecer à sua família. Em vida José lutou pelos direitos da vida humana e agora, coloca-se ombro a ombro na luta pelos direitos humanos dos trabalhadores do mundo, por meio dos membros da Igreja que aumentam as fileiras dos que defendem os operários e seu direito a uma vida digna.

                                APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas


                                Mensagem para 19 de Março - Dia do Pai
                                 
                                19 de Março e eis-nos chegados a mais um Dia do Pai ! A APFN não quer, nem pode esquecer esta data e por isso daqui vos enviamos um enorme Abraço de Parabéns !
                                Lembramos de modo especial, neste dia:
                                Aqueles Pais ainda em início de carreira, cheios de boa vontade e alguma insegurança, que acompanham entusiasmados, a gravidez da mulher e o parto dos seus filhos;
                                Esses Pais que se afadigam, tal como uma Mãe inexperiente, para aprenderem a dar os primeiros cuidados e acompanhar o desenvolvimento dos seus filhos, porque agora já sabem que ter Pai faz muita falta (não é só para pagar contas!!!)...
                                Pais que sabem fazer-se pequenos, imaginar, construir e rebolar no chão para brincarem com os seus filhos, mas que são firmes na hora de arrumar os brinquedos e ir para a cama, ou na hora de comer a temível sopa de espinafres;
                                Pais que ajudam a crescer valente e sabem dar a mão com força, na hora difícil de coser a cabeça partida, arrancar os dentes de leite ou levar uma injecção de penicilina;
                                Pais que sabem dizer um peremptório “já chega” quando a TV não presta (e é tantas vezes!), quando a birra ultrapassa os limites e a má-criação também, ou quando há TPC’s para fazer e testes para preparar...
                                Esses Pais que estão lá, na hora H, também para as primeiras de muitas conversas sobre a tal polémica Educação Sexual (entre outros temas, claro!), e que responsabilizam os filhos pelos seus encargos domésticos, primeiros gastos e primeiras saídas com amigos e amigas, acompanham nas primeiras festas e esperam a pé a chegada dos filhos a casa, ou vão-nos buscar, mesmo que muito mais lhes apetecesse ir dormir, ou simplesmente ir beber um copo com os amigos, sair com a mulher e distrair o espírito...
                                Pais modernos que apoiam as Mães, com elas partilham alegrias e tristezas, canseiras e descanso, poderes, dinheiro e tarefas, sem que por isso se sintam diminuídos na sua imagem ou na sua auto-estima!
                                Pais que se esforçam por superar inevitáveis mal-entendidos com as Mães, na rotina naturalmente desgastante de cada dia, porque sabem que amar é também pedir desculpa e perdoar, contemporizar e algumas vezes, saber ceder, por um bem maior, fundamental para a educação e felicidade dos filhos – a unidade e estabilidade da Família. 
                                A APFN lembra também os Pais que, por circunstâncias adversas, e até por vezes alheias ao seu querer, assumem com total esquecimento de si próprios, o papel de Pai e de Mãe, sozinhos com o peso e a responsabilidade de cuidarem dos seus filhos e ajudá-los a ultrapassar essa difícil situação, para os ajudarem a crescer, quanto possível, de forma equilibrada e harmoniosa, por dentro e por fora!
                                Uma última palavra para aqueles Pais, já de idade, em tempo de missão cumprida e espera, que hoje tantas vezes dependem dos seus filhos adultos e netos... que se sentem sós, recordam com saudade o seu tempo áureo, a sua liberdade de movimentos, o tempo em que eram eles quem dava as ordens... e agora se sentem – justa ou injustamente - talvez menos apreciados e até relegados  para algum canto...
                                Para todos um Abraço de Amizade da APFN, Associação Portuguesa das Famílias Numerosas!
                                Um bom Dia do Pai em Família, se possível!
                                APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas  
                                Rua 3A à Urbanização da Ameixoeira
                                Área 3, Lote 1, Loja A
                                1750-084 Lisboa
 

 

Trabalho e pesquisa de Carlos Leite Ribeiro – Marinha Grande – Portugal

 

 

Envie esta Página aos Amigos:

 

 

 

 

Por favor, assine o Livro de Visitas:

 

 

 

Meu Bom José * Georges Moustaki

Versão para a língua portuguesa: Nara Leão

Interpretada por Padre Zezinho

 

Todos os direitos reservados ao Portal CEN
Página criada por Iara Melo
http://www.iaramelo.com