Bilá Bernardes

 

 

Nome:  Bilá Bernardes

Profissão: Psicopedagoga e Poeta

Quer falar um pouco da terra onde mora?
Nasci em santo Antônio do Monte e moro na cidade de Belo Horizonte, capital do meu Estado: Minas Gerais, Brasil.
Belo Horizonte fica entre montanhas denominadas Serra do Curral. Curral é a cerca que se faz em fazendas para prender o gado. Foi a primeira cidade planejada do Brasil, construída para a transferência da capital que era Ouro Preto. BH, como é popularmente conhecida tem pouco mais de 100 anos de construção sendo uma mistura de tradição interiorana e modernidade tanto na arquitetura quanto na cultura e modo de ser. Foi indicada pela ONU como a melhor cidade da América Latina para se viver.
Apesar de seus quase 2 milhões e meio de habitantes, é comum encontrar-se conhecidos caminhando no Centro ou bairros da cidade. Aqui ainda há a convivência de vizinhos como valor.

Quando começou a escrever?
Desde a infância, sempre gostei e fui incentivada a escrever em casa e nas escolas. Porém só comecei a guardar e mostrar recentemente: a partir do ano 2000. O pseudônimo Bilá Bernardes que uso desde final de 2006, foi-me sugerido por um amigo jornalista; meu nome é Maria Angélica Bernardes dos Santos.

Teve a influência de alguém para começar a escrever?
Nasci em uma cidade de escritores, poetas e leitores. Durante minha infância e adolescência, era comum ouvir declamadores nas festas das escolas e nas quermesses da igreja que duravam todo o mês de Maio e Junho. Meu pai gostava de ler e possuía livros que, se ainda o tivéssemos hoje, seriam raridades, como edição original de Os Sertões de Euclides da Cunha. Meus irmãos, mais velhos que eu, assinavam revistas semanais e os livros mensais da Seleções do Readers Digest que eu lia sempre.

Lembra-se do seu 1º trabalho literário?
O primeiro que guardei foram os poemas que juntei em um livro publicado em Janeiro deste ano com o título; FotoGrafias de DesCasamento, mas na escola, quando criança, já ganhei muitos prêmios por ter redação escolhida para publicação no jornal da escola.

Tem livro (s) impresso (s) (editora e ano)?
 Além do livro FotoGrafias de DesCasamento. Ed Anome Livros: Belo Horizonte:2008  tenho poemas publicados em onze antologias, em  jornais e revistas.
Antologias:
Poesia do Brasil, vol. 4. out 2006. Bento Gonçalves: RS
Poetas do Café, vol 2, out. 2006. Bento Gonçalves: RS
Poetas En/Cena, vol. 1. Belo Poético. BH jul: 2007
Pássaros Poetas e Trovadores, out 2007: Bento Gonçalves: RS
Poesia do Brasil, vol. 6. out 2007. Bento Gonçalves: RS
Bento Poesía em América. Septiembre 2007. Roncagua: Chile
Belo Horizonte em Verso e Prosa. Linha Editorial A Tela e o Texto – Faculdade de Letras/ UFMG- jan:2008
Poetas En/Cena, vol. 2. Belo Poético. BH jul: 2008
Poemas à Flor da Idade. Publicação da comunidade Poemas à Flor da Pele. Brasil: 2008
Poesia do Brasil, vol. 8. out 2008. Bento Gonçalves: RS
Poema: Saber Hiperativo. Revista EPSIBA, Buenos Aires: out 2006. p. 98-99

Tem livro(s) electrónico(s) (e-books) ?
Tenho participação em e-book da Poemas à Flor da pele, ano 2007.

Como vão ser editados?:
Não creio que o sejam.

Fale-nos um pouco de si, como pessoa humana?
Nasci em 22 de Janeiro de 1950, a sétima filha de um casal que teve dez filhos. Fiz os cursos de Ensino Fundamental até o Magistério em Santo Antônio do Monte. Em 1970, casei-me e vim morar em Belo Horizonte, onde trabalhei como professora até a aposentadoria em 2005. Em Bh, fiz faculdade de Pedagogia e pós-graduação em Psicopedagogia tendo complementado esses estudos em Buenos Aires. Após aposentar-me, continuo trabalhando na área da Psicopedagogia.  Tenho três filhos e três netos. 
     
Como Escritora?
Apresento-me em Recitais em escolas públicas noturnas, aqui em Belo Horizonte levando livros e poemas aos alunos no desenvolvimento de um projeto intitulado: Caminhos da Poesia junto a outros poetas convidados. Publico em várias páginas na internet e em blogs que permitem a circulação de meus poemas entre amigos e outros poetas. Não tenho estilo único pois, de gosto eclético, leio desde Camões, Castro Alves, Olavo Bilac e Gonçalves Dias a poetas visuais; de Carlos Drumond de Andrade, Mário Quintana e Manuel Bandeira a poetas regionais como Patativa do Assaré, além dos que circulam na internet.

Tem prémios literários?
Meu poema Os Carregadores recebeu o prêmio de 1º lugar em um concurso na internet.

Tem Home Page própria (não são consideradas outras que simplesmente tenham trabalhos seus)?
Tenho Blogs e uma página pessoal no site Alma de Poeta:
http://alemdajanelapoemademariangelica.blogspot.com/
http://poesiasmariangelica.blogspot.com
http://www.almadepoeta.com/bilabernardes.htm

Conhece as vantagens que os Autores do CEN têm em ter sua Home Page ou (e)  Livro (s) electrónicos, nos nossos sites?
Não, não conheço, mas posso imaginar.

Que conselho daria a uma pessoa que começasse agora a escrever ?
Geralmente eu digo que escreva e guarde   seus textos mesmo que pensem que não tenham valor;  que guarde os escritos para reler depois; que não façam como eu que perdi o que escrevera ao longo dos primeiros cinquenta anos de vida.

Para terminar este trabalho, queira fazer o favor de mandar um pequeno (e original) trabalho seu (em prosa ou em verso) ?:
 

Costura

Sem agulhas
costuro planos
costuro sonhos
caminhos de ida
retornos

costuro casas de campo
janelas
pinturas de Renoir

costuro caracóis de escadas
moça no alto a brilhar

Com agulhas
costuro vestes
papel em blocos

Com palavras
costuro o registro
 
Bilá Bernardes


Mais um bem pequenino:

Versando

Quando madrugada a dentro
meus olhos não mais querem cerrar
pego meus instrumentos favoritos
ligo o rádio e produzo
versos com fundo musical
 

 Índice de autores