Eron Freitas

 

Nome:  ERONIDES VIDAL DE FREITAS

Profissão:
Sociólogo

Quer falar um pouco da terra onde mora? Imaginem uma cidade com jardins floridos, clima médio de 20°C. Está encravada entre sete colinas, a quase 1.000m de altitude. Águas minerais. Hoje conta com mais de 10 cursos de nível superior, inclusive de Medicina. Gente boa e hospitaleira. "Ad altiora tendere" é o seu lema. Sua tendência é mesmo alcançar os céus em termos culturais, em desenvolvimento, em boa qualidade de vida. Assim é minha terra. Terra também do Presidente da República e de Iara Melo, esta dedicada e talentosa escritora/poetisa, que engrandece com seu nome este Portal.

Quando começou a escrever?
Nem me lembro. Sempre gostei de escrever.

Teve a influência de alguém para começar a escrever?
Não.

Lembra-se do seu 1º trabalho literário?
Lembro de uma quadrinha numa aula de Português, o que me valeu um 10.

Foi divulgado (como)?
Só na classe. Mas, o interessante é que, quarenta anos depois, num feliz encontro com um colega da época, ele recitou a quadrinha, o que me surpreendeu pela privilegiada memória. 
 
Tem livro (s) impresso (s) (editora e ano)?
Ainda não.

Tem livro(s) electrónico(s) (e-books), editora e ano. Não

Projectos literários para este ano de 2008/09 ?
Quem sabe, publicar meu primeiro livro!

Como vão ser editados ?
Ainda não sei.

Fale-nos um pouco de si, como pessoa humana?
Romântico, sensível, gosto de fazer amizades, sempre imaginando que fazê-la é fácil... difícil é conservá-la. Eu me empenho para isso.

Como Escritor (a)?
Nunca tive grandes pretensões. Basta-me o que faço. Se alguém se manifesta... sinto-me realizado.

Para se inspirar literariamente, precisa de algum ambiente especial ?
Não. Eu me inspiro com facilidade quando ouço uma música, leio um texto, observo o sorriso de alguém... seu comportamento, seu caráter, sua sensibilidade. Como sociólogo tenho o dever de ser observador. Pesquiso... provoco para conhecer as reações.

Tem prémios literários?:
Ainda não.
 
Tem Home Page própria (não são consideradas outras que simplesmente tenham trabalhos seus)?
Não

Conhece as vantagens que os Autores do CEN têm em ter sua Home Page ou (e)  Livro (s) electrónicos, nos nossos sites?

Não conheço, mas imagino.

Que conselho daria a uma pessoa que começasse agora a escrever ?
Ser criativa. Não copiar nada. Criar seu próprio estilo e não se abater com possíveis críticas. Criticar é uma idiossincrasia do ser humano. Portanto, tenha paciência e aprenda a
fazer o "jogo de cintura". Um amor... uma grande amizade... é como um vaso de cristal: quebrado... não há como recuperá-lo como era antes.

Para terminar este trabalho, queira fazer o favor de mandar um pequeno (e original) trabalho seu (em prosa ou em verso).


AMOR DE VERDADE
(Eron)

Minha vida é muito complicada...
Como posso revelar isso a você,
sem fazê-la sofrer?
Tenho que dar um jeito de sofrer sozinho,
já que nosso amor não pode florescer!

Vivo na encruzilhada do destino,
sem saber que destino devo perseguir...
Que desatino!
A felicidade está pertinho, mas em linhas paralelas
que não podem se juntar, nem podem se unir!

A velha árvore já não suporta tempestades...
Dos vendavais já não tem força pra fugir!
Que o fio do machado atinja só meu lenho,
e deixe você, mesmo tristonha, prosseguir!

Não persigas  outras oportunidades,
pois o teu amor, por certo, está aqui...
Esperarei no limbo onde as divindades
hão de nos unir e hei de esperar por ti!

Sangra a coração, despetala-se a flor,
com a força gigante dos impedimentos...
Nada obstante, seja qual destino eu for,
Virás comigo nos meus pensamentos.

Um dia, no momento de tua partida,
estarei contigo...a te acalentar...
Recomeçaremos, felizes, outra vida,
sem nenhum impedimento para te amar!

Ao pó retornarei... retornarás!
Mas...
Seguramente a nenhuma outra mulher eu amarei...
Certamente a nenhum outro homem amarás!
 

2008

 Índice de autores