Nome Completo: Izabel Eri Diehl de Camargo

Profissão: Professora/Pedagoga.

Fale-nos um pouco da terra onde mora?
Posso dizer que moro no melhor lugar do mundo, resido em Porto Alegre desde 1967. Aqui enxergo o pôr do sol do Guaíba, caminho no parque da Redenção, visito o Brique, aos domingos, participo de eventos na Casa de Cultura Mário Quintana, encontro amigos, visualizo a beleza do Teatro São Pedro, tenho o prazer de participar da grande Feira do Livro anualmente, entre tantas oportunidades que nos fazem renascer todos os dias. Conheço muitos países e cidades lindas, mas retorno feliz a Porto Alegre.Foi nesta cidade que realizei dois cursos de terceiro graus, na UFRGS; fiz especialização, cursos de extensão universitária, seminários, oficinas literárias.

Quando começou a escrever?
Comecei a escrever poesias ainda em criança, – quartetos que chamavam ‘quadrinhas’, a partir de sete anos de idade.

Teve a influência de alguém para começar a escrever?
Acredito que a paixão pela poesia nasceu quando, no colo de meu pai, ouvia suas declamações.

Lembra-se do seu 1º trabalho literário?
Sim. Eram poesias escritas em um caderno, diário de menina, que se perderam. Tive o incentivo do meu Ex-Professor Rovílio Costa, quando apresentei a ele os poemas que fizeram parte do primeiro livro publicado – Poesias Viajantes.

Tem livro (s) impresso (s) (editora e ano)?
Sim. Os seguintes: Poesias Viajantes. Evangraf. 1993; Doença de Alzheimer: um testemunho pela preservação da vida. AGE. 2003; Poética do Coração. Evangraf. 2005; Fronteiras do Amahecer: contos. Alcance. 2007; Pequenos frascos: haikais. Exclamação. 2009; A Vogal e o Haikai – infantil. Nova Prova. 2009.

Projectos Literários para 2010 / 2011?
Para 2010, tenho escrito um novo livro de contos, que será publicado em breve.

Como vão ser editados?
Este será editado por uma editora conhecida e custeado pela autora.

Tem livro(s) electrónico(s) (e-books)?
Tenho poemas e textos na revista Paralelo 30 e poesias na AVESP - ACADEMIA VIRTUAL SALA DE POETAS ESCRITORES; poesias no site de Poetas Del Mundo, mas livro não.

Fale-nos um pouco de si, como pessoa humana?
Sou uma pessoa de fé, sou dinâmica, organizada, com forte espírito de justiça, leal comigo e com todos, muito afetiva, gosto de sorrir, mas sou capaz de chorar; tenho um apurado sentimento humanístico, amo a vida, sou amorosa para com as pessoas, muito inquieta, busco atividades diversificadas.

Fale-nos um pouco de si, como Escritor(a)?
Como escritora, sou muito exigente, escrevo e reescrevo muitas vezes, o mesmo texto. Coloco no papel o que penso e guardo por algum tempo; releio e reviso quando sinto que chegou a hora. Sou modesta, sei que tenho talento, talvez médio, pois, às vezes, surpreendo-me com o que escrevo. Não faço comparações, respeito o que outros escrevem, mas seleciono as minhas leituras. Gosto de criar algo novo, tanto na poesia como no conto. Enxergo a fantasia parecendo realidade, as ideias brotam, fluem da minha cabeça.

Tem prêmios literários?
Sim. Tenho dois troféus da AJEB (Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil); Medalhas da revista Brasília e da Acadêmica, da Academia Brasileira de Estudos e Pesquisas Literárias, RJ, Brasil; Certificado e Medalha da ABEPL, RJ, Brasil, pela seleção entre os escritores brasileiros, do livro Fronteiras do Amanhecer como LIVRO OURO 2008; Homenagem e Troféu da Casa de Cultura de Espumoso, RS, Brasil, pelo meu trabalho literário; Diplomas com Destaque Especial em alguns concursos de poesias.

Tem Home Page própria (não são consideradas outras que simplesmente tenham trabalhos seus)?
Sim. http://izabelericamargo.iespana.es/index.htm

Entrevista em Autores e Livros no youtube

Conhece as vantagens que os Autores do CEN têm em ter seus textos publicados e Livro (s) electrónicos, nos nossos sites?
Apreciei muitíssimo, achei lindo, importante para a divulgação dos trabalhos, bem como uma forma elegante de tornar os escritores conhecidos. É uma forma de registrar e de oferecer aos leitores trabalhos de boa qualidade.

Que conselho daria a uma pessoa que começasse agora a escrever?
Prefiro não dar conselho, penso que cada pessoa deve escutar sua voz interior, seguir o seu coração e alimentar os seus sonhos.

Para terminar este trabalho, queira fazer o favor de mandar três poemas seus.
 

FRIO
Izabel Eri Diehl de Camargo

É inverno
fica frio!
O sol se põe
exala o perfume
do vinho com canela
cai a noite
em frente a vidraça
corações se abrigam
na sombra da vela
o silêncio fala
das gotas de orvalho
folhas verdes
pedem agasalho...
 
 
***


O TEMPO
Izabel Eri Diehl de Camargo

Ele é império da vida
ali, estático!
Assiste toda corrida
vê nascimento, semeadura, colheita
fotografa a história
transporta o patrimônio dos passageiros
sua idade é o infinito
pinta a saudade da lealdade
o tempo como amor mora no mundo
está gravado no eterno.
 
 
***

 
TURISTA DA LUA
Izabel Eri Diehl de Camargo

Fui à lua e fiz um “tour”
pisei na lua rochosa
senti a lua etérea
respirei a lua gasosa
conversei com a lua cheia
dormi um século e voltei
ela olhou para a Terra
mandou quatro retratos
com cores e luz
embarquei no satélite
trouxe recados:
minguar a violência
restaurar a fraternidade
ampliar a energia
encher o coração de amor
praticar a filosofia
do Mestre Jesus...
 

 

 

Registre sua opinião no

Livro de Visitas:

 

 

 

 

Recomende esta página:

 

 

 

 

 

 

Todos os direitos reservados ao Portal CEN -
Página criada por
Iara Melo