JOÃO PEREIRA CORREIA FURTADO

 

 

 

PAI ÉS O ESPELHO

Pai todos os dias do ano são teus...
Tu que encheste-me de carinho
E bem ensinaste-me o caminho...
Antes passos teus, agora são meus!

De ti... Não sei pai... Que dizer
Não existe palavra no dicionário
Que transcreva o meu imaginário
Na infância... No trabalho e no lazer...

Obrigaste-me a ser, sem impor
Tudo que hoje sou... És o espelho
Onde vi e verei sempre o meu rosto!
As coisas que gostavas, também gosto
E... Pai... Tenho orgulho de ser teu filho...
Lá no céu descansas, cá procuro o teu amor!

João Furtado
Praia, 19 de Março, de 2012
http://joaopcfurtado.blogspot.com

JÁ SINTO-ME NOIVO DA MORTE

Passei anos a aprender a viver
Já sinto-me noivo da Morte,
Tal é a minha grande sorte,
Ainda vivo, que digo… A aprender!

Tropeço nesta surda e teimosa pedra
Cambaleio e meto o pé na suja lama
Sinto pequeníssima a minha alma
E sem esperar lá vai uma amizade pura!

Invento e escrevo o simplesmente nada
e dizem que é poesia… Aleluia! Sou poeta
Embora eu continue… Estrangeiro no planeta
Atiro a toalha… Tento… Ela, a mim esta colada!

Sentado, vejo o noticiário na televisão
Não entendo nada, falam outra linguagem
Procurar a paz, levam armas na bagagem
Continuo sempre aprender esta outro visão!

Até falam da democracia e mostram-se altruístas
Chega a votação e todos tiram vantagens
Sou, sinceramente do mundo dos selvagens
Ontem na rua falei… Espantei os poucos turistas!

Os Países estão todos em crises, os gastos aumentam
Não sou economista, mas custa-me muito acreditar…
Serei único que não sabe como, enfim, gastar
Sem ter… Sou esquisito… Os meus colegas afirmam!

O corpo ainda resiste, até dizem que sou novo
Mas sou do tempo da palavra e da honra
Pareço-me a mim mesmo velho e na hora
Ou de me casar com a Morte ou tornar a sair do ovo!

João Furtado
Praia, 20 de Março de 2012
http://joaopcfurtado.blogspot.com

A MINHA POESIA DO DIA ÉS TU, MEU AMOR!

Bem podes dizer aos ventos
E certa estás, grande aniversariante
Linda filha minha sempre presente
Meu querido presente de deus
Amo-te e tudo de bom, te desejo!

Menina simpática e bonita
Eu orgulho-te de ser teu pai
Uma mulher de perfeito coração!

Para ti minha filha Belma… hoje faço, escrevo
O poema do dia, um dia diferente e belo
Especial porque é hoje que o sol
Muito quente deste cabo verde primeiro
Aqueceu-te há 26 anos, num dia mundial da poesia!

Deves viver este dia com um sorriso
O teu sorriso é e sempre será a minha alegria!

Do longo futuro e extremamente brilhante
Imagino e desejo e profetizo o melhor para ti
Amor, Paz, Harmonia e Bênção Divino filha amada!

João Furtado
Praia, 21 de Março de 2012
http://joaopcfurtado.blogspot.com

biografia -

Índice de autores