Tarcísio Ribeiro Costa

 

 

Nome:  Tarcísio Ribeiro Costa

Profissão:
Aposentado

Quer falar um pouco da terra onde mora?
  Moro em Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Quando começou a escrever?
Desde 1967, quando escrevia em jornal. Poesia, faz 08 anos, publiquei dois livros "Poesia... Sonhos... Saudades..." (2004) e "O Silêncio dos Luares" , em 21.05.2008.

Teve a influência de alguém para começar a escrever?
Sempre gostei de escrever, mas gosto muito e acredito me influenciaram: Clarice Lisperctor, Carlos Drumond de Andrade, o grande Fernando Pessoa e outros...

Lembra-se do seu 1º trabalho literário?
Poesia... Sonhos... Sadades...

Foi divulgado (como)? Foi publicado em Brasilia.

Tem livro (s) impresso (s) (editora e ano)?
  Poesia... Sonhos... Saudades... (2004) e  O Silêncio dos Luares (2008), devidamente registrados - Editora Éclat, de Brasília (DF)

Tem livro(s) electrónico(s) (e-books), editora e ano.
Sim, 2004

Projectos literários para este ano de 2008/09 ?
  Sim, para 2009.

Como vão ser editados ?:
Pretendo editar na mesma editora do dos livros anteriores

Fale-nos um pouco de si, como pessoa humana?
Nasci no Estado do Ceará, Brasil, estou em Brasília (DF) onde me aposentei. Nos os últimos anos fui chefe de assessoria da presidência de uma estatal do Distrito Federal.

Como Escritor (a)?
Embora tenha iniciado escrevendo artigos para a imprensa, há muitos anos, gosto de escrever poesia, que pode ser conhecida nos meus sites: www.tarcisiocosta.com.br e no Recanto das Letras no "Site do Escritor" www.tarcisiocosta.prosaeverso.net .

Para se inspirar literariamente, precisa de algum ambiente especial ?

Prefiro com fundo musical.

Tem prémios literários?:
De relevância, não.

Tem Home Page própria (não são consideradas outras que simplesmente tenham trabalhos seus)?
Tenho as minhas homes acima citadas, além de muitas outras, destaco a AVSPE, por ser mais conhecida.

Conhece as vantagens que os Autores do CEN têm em ter sua Home Page ou (e)  Livro (s) electrónicos, nos nossos sites?
Não, mas me interesso.

Que conselho daria a uma pessoa que começasse agora a escrever?
Seguir sua inspiração, sem tornar mecânica a sua obra.

Para terminar este trabalho, queira fazer o favor de mandar um pequeno (e original) trabalho seu (em prosa ou em verso) ?:

 

REALIDADES...
Tarcísio R. Costa
 
O voar da brisa suave leva
carícias silenciosas às faces sofridas,
tal o pequenino colibri a levar
 os seus carinhos às flores
entristecidas...
 
Essas suavidades são comparáveis
à palavra de amor cochichada á roseira,
para despertar a flor
que, silenciosa, parece adormecida...
 
Assim faz o apaixonado quando,
transtornado de amor, acaricia
a sua amada ao lhe fazer
 juras de de amor...
 
E a vida prossegue entre abrolhos
em busca de conquistas e
 não encontra um rumo definido...
há, sim, um destinodesconhecido.
Talvez, por isso, máscaras alegres
escondem rostos entristecidos...
 
A vida é uma passagem efêmera,
em que se sucedem alegria, dor e beleza.
 Segue-se para o fim, tal qual o palhaço
que esconde máscara
a sua tristeza...
 
Por que o ser humano esconde a verdade?
Por que, meu Deus? Isso é uma hipocrisia,
se a vida é iniciada com choro
e termina em agonia...
 
A solução é esquecermos essas verdades
 e vivermos cada momento as nossas
 realidades  sem pensarmos no porvir
E termos na mente, incessantemente,
o amor...
 
Procurarmos sofrer só a dor da saudade
e, como numa oração, fazermos do amor
a  nossa única verdade.
 
Tarcísio Ribeiro Costa


2008

 

 Índice de autores