Carmo Vasconcelos

 

Psyché reanimada pelo beijo do Amor (1787-1793) - Canova

 

SONETOS

DE

ONTEM  E  DE  HOJE

por

Carmo Vasconcelos

 

 

BIOGRAFIA
 
NOME: Maria do Carmo Fernandes de Vasconcellos Figueiredo Merca
NOME LITERÁRIO: Carmo Vasconcelos
NATURALIDADE: Lisboa - Portugal
 
Espaços pessoais na Net:
http://carmovasconcelos.spaces.live.com
http://carmovasconcelosf.spaces.live.com
E-Mail:
ninita.casa@netcabo.pt
 
Carmo Vasconcelos nasceu em Lisboa/Portugal, onde reside até hoje. Desde sempre cultivou a paixão pela leitura e pela escrita. É autora de um livro de poemas intitulado "GEOMETRIAS INTEMPORAIS", publicado em papel no ano 2000, e tem outros livros de poemas aguardando publicação, bem como romance, palestras, conferências e ensaios.
E-Books – 16
(9) “O VÉRTICE LUMINOSO DA PIRÂMIDE” (2 Volumes – Romance); “ROMPENDO AMARRAS”, “MEMORANDO DE FOGO”, “DESPIDA DE SEGREDOS”, “LUAS E MARÉS” e “SONETOS ESCOLHIDOS I – II – III ” (3 Volumes) (Poesia)
Ver em: http://www.delnerobookstore.com/bibliotecas_virtuais/carmo_vasconcelos
(7) “VAI MINHA PENA” E “PASSOS PARA A E ETERNIDADE” – Poesia;
“A FASE MÍSTICA DE FERNANDO PESSOA”; “O HOMEM E O UNIVERSO”; “REENCARNAÇÃO, CARMA E EVOLUÇÃO” (Ensaios)
“O VÉRTICE LUMINOSO DA PIRÂMIDE” (Romance - 2 Volumes)
Ver em:
http://circulodograal.com/site2/index.php?option=com_content&view=article&id=80&Itemid=31
Inéditos, muitos, alguns espalhados por jornais e revistas e inseridos em diversas Antologias. Pela sua participação em vários Jogos Florais teve o privilégio de ganhar numerosos prémios e menções honrosas.
É membro da Associação Portuguesa de Poetas (onde já integrou os Corpos Directivos) e do Cenáculo Literário Marquesa de Valverde, nos quais já colaborou como júri de concursos literários. Participante assídua dos encontros da Associação Fernando Pessoa, em Lisboa, aí foi distinguida com um trabalho de sua autoria, intitulado "A FASE MÍSTICA DE FERNANDO PESSOA".
Amante da Filosofia e da Psicologia, eterna buscadora, estudante de esoterismo e misticismo, é membro da Ordem Rosacruz-AMORC (Grande Loja do Brasil), onde teve a honra de ser nomeada “Mestre Auxiliar” e, mais tarde, indigitada para “Mestre” (cargo que não aceitou), do Capítulo AMORC de Lisboa, que ajudou a inaugurar em 1979.
Entre outras, proferiu uma palestra na Livraria-Galeria Verney, em Oeiras, (Portugal) que teve por tema "O HOMEM E O UNIVERSO" e na Net, uma conferência, seguida de debate, intitulada "REENCARNAÇÃO, CARMA E EVOLUÇÃO"
Ver em: http://carmovasconcelosf.spaces.live.com
A par da sua escrita tem-se dedicado à tradução e revisão literária de obras portuguesas e estrangeiras, entre outras:
“DRÁCULA – O REGRESSO” de Freda Warrington – Editora Século XXI (tradução)
“O ESTRANHO CAVALEIRO DO LIVRO SAGRADO” de Anton Dontchev - Vega Editora (revisão da tradução de Zdravca Naidenova)
“O ÚLTIMO UNICÓRNIO” de Peter Beagle – Vega Editora (tradução)
“AREIAS MOVEDIÇAS”, de Krassim Krastev – Vega Editora (revisão da tradução de Zdravca Naidenova) e orelha do Livro.

É autora de vários Prefácios.
Ver em: http://carmovasconcelosf.spaces.live.com
Fez parte da Comissão Organizadora do Encontro Zero da Lusofonia, em Murça/2006. Ver em:
http://www.joaquimevonio.com/n03.htm
Como Directora de Eventos Literários da Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores (AVSPE), patrocinou:
Em 2007, o Evento "Sonetos", na AVSPE. Ver em:
http://www.avspe.eti.br/eventos/namorados/soneto.html
Em 2010: Foi organizadora e jurada dos Jogos Florais AVSPE/2010, ver em:
http://www.avspe.eti.br/eventos/jogos/JogosFloraisDiplomas.htm
Organizadora do Evento Poético “Dilemas”, ver em:
http://www.avspe.eti.br/eventos/dilema/apresentacao.htm
E do Evento “Trov (adejando) na AVSPE, ver em:
http://www.avspe.eti.br/eventos/trovas/convite.htm
Em 2011: patrocinou e organizou o Evento “Falar de Teatro de Poesia”, ver em:
http://www.avspe.eti.br/eventos/teatro/DiaInternacionaldoTeatro.htm
É também Directora Cultural da Revista Internética “EISFLUÊNCIAS”.
Vide: http://eisfluencias.ecosdapoesia.org/
É Representante para a Língua Portuguesa da Revista Virtual “DESTAQUE”, do Mural dos Escritores.
Carmo Vasconcelos é Membro da Associação Portuguesa de Poetas – APP; Patrono da Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores – AVSPE; Membro convidado da Academia Poçoense de Letras e Artes – APOLO; Autora na Varanda das Estrelícias, Portal Cen, Poetas Del Mundo; Recanto das Letras, Luso-Poemas, Cenário de Sentimentos; Ceci.Poemas, O Melhor da Web, UniRio, Blog de Efigênia Coutinho, ArtCulturalBrasil (Reino da Poesia), António Miranda (Poesia de Ibero-América); Sites de: Vera Mussi; Carlos Lemberg; Lígia Tomarchio; Mural dos Escritores; Imprensa Revista Zap; Portal do Poeta Brasileiro; Confrades da Poesia; Círculo do Graal; Colectânea do Saber; Sentimentos e Artes; Geleia General;Expressão Mulher
Seguem alguns links:
http://www.avspe.eti.br/poetas/carmo.htm
http://www.apoloacademiadeletras.com.br/ambienteautor.php?npg=1
http://www.joaquimevonio.com/espaco/carmo_vasconcelos/carmovasconcelos.htm
http://www.caestamosnos.org/Autores/Carmo_Vasconcelos.htm
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1650
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/Carminho
http://efigeniacoutinhoamigospoetas.blogspot.com/2009/02/apresento-escritora-carmo-vasconcelos.html
http://artculturalbrasilreinodapoesia.blogspot.com/2009/01/carmo-vasconcelos.html
http://www.antoniomiranda.com.br/Iberoamerica/portugal/carmo_vasconcelo.html
http://ceci.poemas.com.br
http://www.veramussi.com.br/
http://www.mariseribeiro.com/poetas_amigos_carmo.htm
http://www.crlemberg.com.br/poeta/carmo/carmo.htm
http://www.ligia.tomarchio.nom.br
http://www.jornalista.eunanet.net/
http://portadopoetabrasileiro.blogspot.com/
http://www.osconfradesdapoesia.com/Biografia/CarmoVasconcelos.htm
http://circulodograal.com/site2/index.php?option=com_content&view=article&id=80&Itemid=31
http://gruposentimentoseartes.feelingsarts.com.br/carmo/indicecarmo.htm
http://www.coletaneadosaber.net/
http://geleiageneral.blogspot.com/
http://expressaomulherblog.blogspot.pt/2011/05/carmo-vasconcelos-portugal.html

É Secretária Geral deste Portal, www.caestamosnos.orgos.org

 

- Uma Prosa Introdutória -


A Coerente Incoerência Dos Poetas
Por Carmo Vasconcelos


O poeta tem dias de apego e outros de libertação. A fascinante essência do poeta é mesmo essa dicotomia. A pluralidade de desejos, a inconstância de ser e estar, a inquietude perene, a ânsia latente, na incansável busca da união com o Todo, porque menos do que isso é a insatisfação do poeta.
O poeta ora abre as asas ao sol, ora se ensopa de chuva; ora sorve o ar que respira, ora sufoca em recolhimento. Por vezes, é fuga. Veste-se de distância e monta na garupa do vento! Tanto se deseja solto como uma gaivota, como se deseja aprisionado, refém rendido ao amor! Ora é azul, asas rasgando o Infinito, ora se imola no fogo, veste-se de rubro e deixa vibrar a carne em labaredas de paixão! Hoje, ele é diamante, duro e impenetrável; amanhã, será cristal, permeável a todos os sentimentos!
Tão depressa o poeta é mesa farta, enfeitada de rosas a desabrochar em orgasmos multicor, onde, completo, se entrega, saciando-se de ardentes beijos e degustando as doces iguarias do Amor, como logo, ele se compraz em mísero retiro, e na angústia da fome, deixa crescer o seu desejo até que de todo o invada, até que rebente como um balão, libertando miríades de estrelas em chuva de paixão!
E é desta amálgama informe de sentimentos da sua alma inquieta e multifacetada, que o poeta, numa alquimia efervescente, depura, destila e molda os seus versos. Ora espírito ora carne, por vezes ambos, mas sempre respirando o sublime halo da poesia. Só assim, o poeta consegue conviver, coerentemente, com a sua incoerente e utópica essência.


Carmo Vasconcelos

Para Pág 2