Sonho, miragem ou realidade?
 
Benedita Azevedo
 
 
 

 

Fostes a miragem no azul dos teus olhos
em inquietantes sonho e incerteza.
Busquei te conhecer em sondagens inócuas
e não consegui decifrar-te com clareza.
 
 

 

Há! Cada dia o envolvimento era maior...
Tal qual miragem aparecias de repente,
deixando-me tonta com a tua ousadia
e pouco a pouco me tornaste carente.
 

 
 

Já não era tão segura tal qual antes.
Vivia a tua espera sequiosa de afeto
e ao faltares ao encontro eras a miragem
que meus olhos buscavam na insônia pelo teto.

 

 

Tentei fugir da dependência que impunhas
com a tua presença tão querida ali na casa.
Em vão cortei relações pus-me em viagem...
Que mais aguçou a paixão quebrou-me a asa.

 

 

 

Não me deste um minuto de sossego!
Fazendo-me voltar ao sonho que eu deixava
e em teus braços atirar-me desejosa
desta realidade linda que eu buscava.

 

 

 

Praia do Anil, 18.02.08
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright © 2006 2009 -  Portal CEN *Cá Estamos Nós Web Page

Todos os Direitos Reservados