Edição Especial - Homenagem aos Pais

19 de Março - Dia dos Pais

em Portugal

Editores: Carlos Leite Ribeiro e Iara Melo

Participação de Diversos Autores

 

 


 
 
É FÁCIL SER PAI?
 
Edmilson Alves
 

            O conhecimento é o instrumento fundamental da própria vida.  A sabedoria é a vida das civilizações.  Não há sabedoria sem o predomínio da lucidez da consciência.  A consciência, dizem os filósofos: “É o triunfo máximo do homem sobre os seus pré-conceitos e atavismos!”.
 
O homem, dizem os iluminados – “É a única criatura terrestre inacabada, e jamais, plenamente, realizada. DEUS fez o ser humano o menos possível – para que ele, homem, pudesse se desdobrar e se verticalizar”.
 
Assim, é que, o ser hominal‚ não é apenas uma criatura criada, mas, principalmente, criadora!
 
Daí, se imaginar‚ que é fácil ter filhos...
            É, entretanto, fácil ser PAI?...
 
            A paternidade consciente exige a sabedoria do amor. O amor é uma caminhada em que se busca o equilíbrio dos sentimentos genuínos, sobretudo o perdão. Amando e perdoando‚ excitam-se os sentidos mais puros, permitindo escutar os ecos mudos que brotam do coração dos filhos, em direção à compreensão e o discernimento.
 
            É necessário mais do que a faculdade de escutar – para ouvir, no silêncio metafísico, os mistérios que não se compreende. A insegurança do medo‚ nesta sociedade competitiva, é um caos silencioso – em que os filhos murmuram, num comportamento quase imprevisível, buscando o próprio espaço de auto-afirmação e de paz.
 
            O tesouro submerso no mar sem limites – na alma de cada filho, exige da paternidade – amor e discernimento visando desbravar as desconhecidas fronteiras do EU. A paternidade consciente é liderança. É necessário unir e interagir os filhos estabelecendo pontes de disciplina e afetividade –  âncora fundamental para evitar o naufrágio da família. A grande missão de educar o filho é um ministério que se encontra em patamares acima do egoísmo.
 
             A alma encontrada no caminho do pai, não é dele – mas, de sua total responsabilidade!... O sucesso da difícil missão paterna dependerá da firmeza do caráter do comandante. Exercer a autoridade paternal é orientar que nem tudo são flores, despertando, porém, a cumplicidade da virtude, sem autoritarismo.
 
           Será mais fácil ao pai ser aceito como LÍDER e como orientador –  unindo filhos em torno da incessante batalha do triunfo do bem – do que imaginar que autoridade pode ser confundida com o poder do autoritário. 
 
  O autoritário é aquele de conteúdo emocional falido. Todo tirano, cedo ou mais tarde, desmorona-se. Pobre do pai que, incapaz de persuadir o filho pelo raciocínio, deriva o seu poder para a agressão física.
 
            Não creiam que estão certos aqueles que se dizem gratos aos seus pais, pelos castigos que, deles, receberam quando crianças.  As marcas de seus corpos saíram, porém ficaram cicatrizes em suas almas.
 
Educar é ter dever. É ter amor É ter paciência.
 
            Será que estamos prontos para ser PAI?
 
 
 
 
 
 
 
TROVAS TEMA PAI:
 
Vânia Maria Souza Ennes - Curitiba – Paraná - Brasil

 
O que sei da faculdade,
das viagens e coisas mais,
não representam metade
do que aprendi com meus pais.
 
Predominando a doçura,
meu pai doou só presentes,
além de amor e ternura,
conselhos inteligentes.
 
Meu pai é minha alegria,
razão da minha existência,
renovo-me  noite e dia
com a sua convivência!
 
Tão doce e bem-humorado,
meu pai, por suas virtudes,
deixou-me grande legado
nas palavras e atitudes.
 
Destemido e dedicado,
companhia cativante!
Com meu pai sempre ao meu lado,
sou forte como um gigante!
 
Este anjo bom e amoroso,
meu pai, meu herói e amigo,
grande mestre, valoroso,
que sempre, sempre bendigo!
 
Meu pai, amor e carinho,
companheiro de jornada,
ilumina o meu caminho,
me dá o ombro camarada.

Guerreiro audaz e valente
brilhou de noite e de dia,
foi forte... herói... competente;
Orgulho da artilharia!
 
Contra o poder arbitrário
foi lutar sem covardia,
valente expedicionário,
triunfou... e hoje é poesia...!!!
 
Vânia Maria Souza Ennes
 
 
 
 

 
 
Do Filho para o Pai

Luciano Spagnol
 

Pouco te tenho agradecido
Deste-me ensinamento, a vida,
Na dificuldade sempre presente
Generoso dá-me o teto que me abriga
Nos conselhos nunca tiveste ausente
Distante é sempre presença amiga
Obrigado, mesmo que pareça tarde,
Por ser este Pai correto
Em momento algum foste covarde
Até na ocasião de braços cansados
Deu-nos só exemplo de honestidade
Dos caminhos que levam a verdade
Mostrando-nos sempre a realidade
Até mesmo de sonhos abdicaste
No seu jeitão de Pai sentimental
Em sua timidez amor foi fundamental
Nunca hábil em demonstrar carinho
Na construção de seu ninho
Foi ereto e com força total
Edificado em seu talento
Cheio de alento
Por mim e meus irmãos
Louvamos por ser este Paizão.
 
Luciano Spagnol
13 horas - quarta-feira.
Rio, 08/08/2007

 

 


 
"PAI, em quatro tempos"
 
Hermoclydes S. Franco


1. Quando chega o nascituro
    trazendo alegria ao lar,
    O PAI, sereno e maduro,
    fica a sorrir... e a chorar!...

2. Dos meus tempos de criança
    que pela vida se esvai,
    guardo a mais terna lembrança
    dos passeios com meu PAI!...

3. Quando o meu PAI me dizia:
    - Meu filho, tenha cuidado! -
    a minha alma percebia
    o quanto um filho é amado!...

4. Deixaste, PAI, um vazio
    impossível de explicar,
    eis que foste, sempre, um rio
    correndo para o meu mar...

 

 

 

 

 

MEU PAI

Renate Emanuele


O meu grande amigo, meu super-homem real
Sempre um protetor nas minhas adversidades
Preocupado com meu futuro de felicidades
Cuidando dos meus estudos e do meu ideal

Me ensinou com muito respeito e com carinho
Me orientou para o encontro da paz e de Deus
Com incentivo a me realizar nos sonhos meus
Quando chorava era seu peito o meu ninho

Doce criatura, um companheiro sem igual
Sou feliz por ter sido por você aqui gerado
Pai querido, é você, por mim, muito amado
Meu anjo da guarda neste mundo material

Não posso esquecer de você em tempo jamais
Desta minha vida foste a minha maior riqueza
O céu te abriga agora, esta é a minha certeza
Meu pai, meu reconhecimento, no dia dos Pais

 

 

 

 
 
Suplicando pelos Pais
 
Heralda Víctor

 
Senhor!
Neste instante
Coloco-me na tua presença
Na condição de filha para rogar
Por meu pai, por todos os pais,
Presentes, ausentes, jovens, idosos
E os que já partiram para a eternidade.
Olhai Senhor, por todos os pais!
 
Aos que estão doentes,
Quero pedir a graça da cura.
Aos idosos, o carinho e a presença dos filhos.
Aos desempregados, uma oportunidade de emprego.
Aos jovens, compromisso diante da paternidade.
Aos espirituais, perseverança na vocação.
A cada filho o direito à presença do seu pai no dia-a-dia.
 
Jesus! Tu que és Filho, olha por todos os pais!
Deus! Tu que é Pai, olha por todos os filhos!
Para que juntos pais e filhos encontrem
Na partilha do abraço, o valor da família.
 
Abençoa Senhor! Todos os pais!
Todos os filhos! Todas as famílias,
Especialmente aquelas, em que pais tentam serem mães
E mães atuam como pais, em substituição aos ausentes...
 

 


Dia dos Pais

Humberto - Poeta
 
Deus: se tens filhos também,
és nosso pai muito mais,
e é mais Teu que de  ninguém
nosso "viva" ao Dia dos Pais!
 
Por teres por nós, Senhor,
afeto eterno e profundo,
mereces todo este amor
dos filhos que tens no mundo!
 
Se em data tão comovente
não sabes inda aonde vais,
vai lá pra casa com a gente
festejar o “Dia dos Pais”!

 

 

 
SER  PAI   É  MUITO  IMPORTANTE
 
Malude Maciel

 
      Sabe-se que há vários significados da palavra: pai. Ela é múltipla em sentido e, dependendo do conteúdo da frase pode discorrer sobre assuntos diversos. Pai é o genitor; o homem que gerou filho; o animal macho que gerou outro; o autor, fundador, criador, benfeitor, o padre e, sobretudo, o Pai, com letras maiúsculas que é o Pai Eterno, Deus. Outras interpretações podem ser dadas quando se emprega de outro modo, como: pai da aviação; pai de todos os vícios, pai das queixas, pai da mentira; pai de santo; pai dos burros, pai da idéia artística ou científica; pai da medicina, etc. Cada uma dessas expressões tem sentido completamente diferente, porém seja qual for a tradução desse precioso vocábulo, pai é sempre pai e, ser pai tem grande valor e  importância.
     Na família, ao longo dos tempos, a paternidade vem sofrendo algumas modificações diante do modernismo, mas, a função e responsabilidade de um pai continuam no auge e respaldadas pelas Escrituras Sagradas, pois Deus quis o pai sua imagem e semelhança, cabendo a cada ser que assume esse patamar, espelhar-se na figura principal, no conceito essencial do que seja verdadeiramente um pai, pois ao homem foi dada a missão de governar seu lar no amor e auxílio da esposa.
    O Dia dos Pais é uma data que nasceu nos Estados Unidos e Harry C. Meek, presidente do Lions Clube foi quem primeiro demonstrou a necessidade de se prestar uma homenagem a seu pai, William Jackson Smart e tudo começou em 1910, mas somente em 1924 o então presidente daquele país, Calvin Collidge recomendou a comemoração da data a nível nacional. No Brasil esta celebração veio mais tarde, em 1954. Atualmente essa data é festejada universalmente, mas nem todos os países escolheram o 2º domingo de agosto, isso acontece apenas entre nós. Talvez o Dia dos Pais tenha sido inventado também com o propósito de gerar reflexão geral sobre este tema, pois é importante saber como está sendo vivenciado o papel dos pais no momento presente da humanidade, quando tantos valores são invertidos e tantas doutrinas são descartadas. Por incrível que pareça já se cogita que os pais poderão ser descartados quando as mulheres bem sucedidas recorrerão à ciência e através de bancos de sêmen, gerarão filhos sem necessidade de um parceiro de carne e osso. Terão direito até a escolher cor de pele, cabelos e olhos do doador sem que o nome do pai biológico precise constar na certidão de nascimento.  Essa postura materialista moderna, obcecada pela conquista tecnológica é uma aberração, ferindo e chocando tremendamente os princípios fundamentais da concepção da vida humana. Além do comércio, dos presentes, das festas, reuniões, parabéns, e lembranças, é importante refletir sobre os direitos e deveres do pai cidadão, coluna mestra da sociedade familiar ontem, hoje e sempre.
   Estudos, pesquisas e experiências têm mostrado que todos os filhos precisam da presença amorosa do pai. Não somente aquele tradicional “pai herói” que oferece apenas casa e comida, (coisas materiais), mas a paternidade responsável que se compromete em apoiar, direcionar, orientar, mostrar os caminhos certos, dar exemplo e cuidar, pois cuidar é justamente tornar alguém especial para si. As culturas vêm endeusando muito a figura feminina, principalmente a da mãe que, em si tem fundamental importância, mas também estão sobrecarregando as mulheres com fardos pesados demais aos seus ombros sensíveis e ternos. Não que elas sejam frágeis ou incapazes, pois a história está repleta de casos em que as mães sustentam as famílias na falta dos varões, por um motivo ou outro: mortes, separações, etc. No entanto, cabe ao homem as tarefas de conquistas, sustento, defesa, autoridade, base moral e econômica de chefe de família, cabeça do casal, sem esquecer que sua presença é imprescindível para a formação integral e futuro promissor de seus filhos. O pai não pode transferir seus encargos para a mãe, muito menos deixar esse espaço vazio ou exagerar na austeridade sobre sua prole. Urge um equilíbrio em amor e responsabilidade de ambas as partes o que muitas vezes está em falta no mercado hodierno.
   Aquela figura de um pai prepotente e dono do mundo está fadada ao ostracismo e aqueles que não assumem seus deveres de paternidade ou maternidade também não estão bem na foto. Não se pode delegar sua cota de participação, dedicação, interesse, envolvimento, amor, para outra pessoa porque as lacunas não serão preenchidas e a haverá uma eterna carência. A chegada de um filho mexe com toda a estrutura do casal, tanto da mãe como do pai, senão de toda a família, sendo necessário haver a melhor preparação para esse momento que atenda as necessidades básicas de um bebê, pois isto é a realização de toda uma vida, ou melhor, a razão da existência.
    A estrada é longa para um só. Ambos os pais são cúmplices com o desenvolvimento físico, mental, emocional, intelectual, espiritual e moral. O melhor é unir as forças, buscar reforço um no outro ou profissional, procurar acertar sempre, pois se: “o homem é um produto do meio”, nada mais justo do que cada cônjuge auxiliar o outro nas dificuldades cotidianas de seus rebentos porque mesmo quando crescidos e donos de seus narizes, buscarão sombra na árvore frondosa e forte da família bem estruturada na paz, amor e fé, como célula mater da sociedade que continuará sendo apesar das novidades passageiras.
        Afeto e responsabilidade. Eis as palavras chaves para os papais nessa data bonita do Dia dos Pais. Pai é pai. Deus é Pai. E nada substitui nem deforma essa verdade. Afinal, ser pai é ser criador, é ser um pouco de Deus.

Malude Maciel
Membro da ACACCIL 
 
 
 
 

 
 
 
PAI

Kedma O’liver

Presença mais que querida
Em tempos de criança
Hoje saudade sentida
Guardada em minha lembrança
 
Velhos passos, se arrastando...
Pela idade avançada
Mas sempre amor espalhando
Com sua voz já cansada
 
Não a como descrever
Pessoa tão especial
Nem tem como esquecer
Esse ser sem igual
 
Pai... doce presença
Que sempre plantou amor
Sua falta, sua ausência
Hoje me causa dor
 
Meu coração chora
Não poder mais te abraçar
Resta-me através dos versos
De você me recordar

 


 
 
Dia do pai

Muriel Elisa Távora Niess Pokk


     Passado tanto tempo da minha infância, hoje, após ver tantos pais que existem por aí, lhe dou parabéns pelo grande pai que você foi.
     Você conseguiu ser: Rígido... ainda lembro das cintadas recebidas; Carinho, sinto ainda seus beijos de boa noite; Amigo, conversávamos sobre qualquer assunto;
     Companheiro, e que grande companheiro, quantos balões e pipas soltamos juntos.
     Quantas e quantas vezes fizemos juntos cabaninhas no quintal.
     Lembro daquela noite quente, que sem dar atenção aos protestos de mamãe, você resolveu atender ao nosso pedido e acampamos novamente no nosso pequeno quintal.
     Os cobertores estendidos sobre o varal, presos com os pregadores, formavam uma cabana desengonçadas, mas confortável. Com grande algazarra, arrastamos os colchões e os arrumamos, ali no chão lado a lado.
     Ainda o vejo deitando-se pertinho de mim.
     Mesmo não havendo perigo algum, você não nos deixaria dormir ali sozinhos.
     Lembro-me que de madrugada, um temporal desabou...
     Molhados, mas rindo muito, recolhemos tudo às pressas.
     Depois, fiquei ali olhando e ouvindo a bronca que mamãe lhe dava. Deu-me vontade de ir ao seu encontro e o abraçar, mas fiquei ali parada, pensando: Ela não consegue compreender que ele só esta nos ajudando a realizar sonhos, porque sabe que no futuro, não poderá mais fazer isso.
     Seus vícios eram fumar,  ser honesto. E seu vício maior era trabalhar e trabalhar muito, trabalhar tanto, que chegou a ter na mesma época, três empregos.
     Durante o dia trabalhava no comércio, à noite dava aula de inglês e nos finais de semana,  lavava e consertava tapetes importados.
     Você só não queria que faltasse nada dentro de casa, queria dar de tudo para seus 6 filhos.
     Um dia você adoeceu.
     Era noite de Natal, cansado da Terra, você resolveu ir para o céu, foi empinar pipa com o menino Jesus.
     Tenho muito orgulho de você pai.
     Onde quer que esteja, FELIZ DIA DOS PAIS.
     Este texto é dirigido ao meu pai Gustavo Pedro Niess

Registrado em cartório
13.08.2006
 
 
 
 
 
 
 
 
TORPEDINHOS – PARA VOCÊ PAPAI!


I


PAI,
Tu me destes:
A vida, o existir
A compreensão, o respeito
O carinho, o amor
Por tudo agradeço-te
Te amo!

II

PAI,
Hoje é o seu dia
Comemoro com alegria
Emoção que me contagia
Por ter você todo dia.

III

PAI,
Você está para minha vida
Como a luz está para o luar
Como a beleza está para o mar
Você é comparação sem par
Para toda minha vida vou te amar!

IV

PAI,
Sou feliz por te ter
Sou feliz, pois me destes a razão do viver
Sou feliz por ter me visto crescer
Sou feliz por amar você
Feliz dia dos pais!
Com emoção posso dizer!

V

PAI,
Amigo para sempre
Com você eu sigo em frente
Parabéns te digo contente.

VI

MEU PAI,
Te amo porque...
Você é pai presente
Que comigo caminha contente
Quando de você preciso sempre.
Feliz dia dos pais!

VII

QUERIDO PAPAI,
Fostes marcante presença
Protegendo-me na minha infância
Sua companhia e confiança
Me fez crescer com segurança.

VIII

TE ADMIRO PAPAI,
Pelos obstáculos que enfrentou
Transformando-me em uma pessoa de bem
Agradeço pelo seu amor.

IX

FELIZ DIA DOS PAIS!
PAPAI...
TE AMO COMPLETAMENTE!

Flor de Esperança (Maria Beatriz Silva)
Laje do Muriaé - RJ
 
 

 

Fantasia

Ana Maria Nascimento
 

Quando a noite vem chegando
sinto uma grande alegria
porque fico recordando
tua feliz companhia.

Concentro meu pensamento
em quando estava comigo.
Quão feliz era o momento
em que tu ficavas comigo!

E pareço uma criança
se te imagino sorrindo...
teu vulto em minha lembrança
surge, depressa, tão lindo!

Em pensamento, te abraço
num momento de magia,
mas estás em outro espaço...
É tudo uma fantasia!

E, quando tristonha acordo,
e não te vejo a meu lado,
 um sonho bom eu recordo,
meu paizinho muito amado.
 

 

 

 

Arte final topo da página criada por Iara Melo

Resolução do Ecrã 1024 * 768

Fundo Musical: Meu  Querido, Meu Velho, Meu Amigo

Composição: Erasmo e Roberto Carlos

Webdesigner: Iara Melo

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 

***  Portal CEN - Cá Estamos Nós Web Page  ***

Todos os Direitos Reservados