Luiz de Carvalho Pádua

 

- Nome: Luiz de Carvalho Pádua

- Profissão:
Advogado (Aposentado)

- Quer falar um pouco da terra onde mora?

Moro em, Sorocaba, uma cidade de 600 mil habitantes, distante de São Paulo Capital 90 kms. Sorocaba é uma cidade industrial. Segundo consta é a primeira cidade industrial fora da capital; por isso recebe o carinhoso nome de “Manchester paulista”.

- Quando começou a escrever?

Ainda na adolescência, desde os meus dezessete anos, época em que eu escrevia em pedacinhos de papel alguns pensamentos; posteriormente, frases do que podia ser um dia o meu primeiro livro, como de fato foi: esse livro tem o titulo de Introspecção e só foi publicado no ano de 2007.

- Teve a influência de alguém para começar a escrever?

Não.

- Lembra-se do seu 1º trabalho literário?

Sim, foi em um jornal de Assis SP com o titulo de “Assis Cidade que Cresce”

- Projectos Literários para 2012 / 2013?

Para 2012 o meu projeto já está concluído com a obra, que leva o título: ‘O ASSASSINATO DO EMBAIXADOR’. Para 2013 o meu projeto é vender meus livros, e tentar alguma Editora do Exterior que se interesse pelos meus trabalhos.

- Tem livro(s) impressos editados, ou por editar, e que não estão em e.book?

Sim. Tenho 13 obras publicadas a última tem o título “O Assassinato do Embaixador”. Já está sendo lançado nas Livrarias.

- Conhece o projeto do Portal CEN, "SEBO LITERÁRIO"?

Não.

Pode encontrar no link em baixo:
http://www.caestamosnos.org/sebo/sebo_autores.htm
- Com divulgação internacional e direta, sem paralelo na Língua Portuguesa (sem qualquer receio de desmentido!)


- Fale-nos um pouco de si, como pessoa humana?
Sou sério, honesto, cumpridor de meus deveres e responsável. Procuro nunca prejudicar alguém; se puder ajudo a quem precisar, principalmente na parte literária. Não tenho muitos amigos, por ter uma mente discordante e amante do que é certo. Não me iludo fácil com o que pregam e querem que acreditamos. Tenho meus próprios pontos de vista.

- Como Escritor (a)?

Sou escritor poeta, escrevo crônicas críticas, ou não. Romances, Contos e Romances policial e de vez em quando Todavia, encontro pelo caminho literário, dificuldade em prosseguir com o meu trabalho, haja vista que ser escritor independente sem uma boa Editora que publique seus livros, seja na distribuição, na divulgação e comercialização, a venda de seus trabalhos torna-se muito difícil.

- Tem prémios literários?
Não! Nunca procurei ganhar concursos literários, a não ser participações nos concursos promovidos pela Universidade São Francisco, de Bragança Paulista, de onde ganhei participações em duas Antologias Poéticas.

- Tem Home Page própria (não são consideradas outras que simplesmente tenham trabalhos seus)?

Não.

- Conhece bem o conteúdo (enorme) do Portal CEN - "Cá Estamos Nós"?

Não, não tive oportunidade, em vista de eu estar sempre ocupado com meus projetos de publicações de livros.

- Que conselho daria a uma pessoa que começasse agora a escrever ?

“Escrever, escrever”, porque escrever significa desempenhar um papel na vida de um escritor. É esforçar-se para se tornar um instrumento básico para ganhar a vida, ou então pelo simples prazer de levar suas idéias literárias aos seus leitores, mesmo que seus textos não sejam reconhecidos, ou publicados. Afinal ele é um escritor.

 


As obras expostas foram autorizadas e são de inteira responsabilidade do/a autor/a

2012

  Índice de autores               Biografia         Anexo