SEBO LITERÁRIO

 

Gal Braga

 

POESIA

Pág. 1 de 12 Pág.

BIOGRAFIA

Gal Braga, natural de Salvador/BA, psicopedagoga, trabalhou com crianças da periferia, viu, de perto, a pobreza, a fraqueza humana diante das drogas e prostituição. Mas fazia o que gostava e com amor .
Uma pessoa simples que gosta de "gente", ama os animais (tentando entrar em uma organização protetora dos mesmos), sonhadora, ciumenta.
Com virtudes e defeitos vou levando , vivendo intensamente cada dia.
Nunca imaginei ser uma poeta. Na verdade, sinto-me uma aprendiz, uma pessoa que põe no papel coisas de sua vida, fatos da sua vivência.
Estou atualmente frequentando a Igreja Mórmom, mas ainda sinto-me um pouco presa a outras filosofias de vida.
Amo livros e filmes, no momento estou lendo "Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus", recebi de presente de alguém especial.
Filmes de toda categoria, e agora estou assistindo muito filmes nacionais, os filmes brasileiros estão cada vez melhores, último que vi O PALHAÇO com o Seltom melo (melhor no cinema que na televisão).
Estou sempre buscando coisas novas.
Minha "lei" - Fazer o bem , sem olhar a quem.
Essa é a Gal Braga.


GalBraga (sh@nti)
SSA/BA -

PREFÁCIO


Gal Braga é uma poetisa que não se atém às formas ou às métricas de forma sistemática e intransigente.
O ritmo de seus poemas é ditado pela inspiração e pela intuição que acompanha seus versos.
São poemas aparentemente simples, mas plenos de sentimentos que se derramam sobre a folha de papel.
Não é uma poetisa de numerosas produções literárias, acompanho sua trajetória desde que timidamente ousou fazer seus primeiros versos e lança-los ao vento, receosa de que "suas coisas bobinhas", como ela os chama, não encontrassem eco na alma de seus possíveis leitores.
E assim segue Gal Braga, burilando timidamente as letras e nos permitindo visualizar fragmentos sua vivência e sentimento.
Mais dizer seria mera redundância, melhor pois é o leitor atento deixar-se levar pela magia simples de seus escritos e fazer a sua própria avaliação.
Boas surpresas o aguardam.


Jorge Linhaça.

 

 

 

ÍNDICE

 

( clique em " Pág X " )

 

Pág. 2 Pág. 3 Pág. 4 Pág. 5
Onde deixou seus sonhos? Barquito de papel Amantes Entre Quatro Paredes
Meu Rebento Reverência à Natureza Coração "Fugidor" Vida Louca
Menino Rei Sou uma bruxinha, sim *  E Daí? Voar...voar
Escuta, Pai! Eu e o Mar *Quizera Homofobia, Não!
de Cirandas Estamos Enamorados *Namorando a Lua Fuga
Minhas mãos Tesão *A Mesma Coisa Prazer e Dor

Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Pág. 9
Eu As lágrimas são minhas... Esse meu querer... Pássaro Ferido
Teu Aroma Química Amor,Sexo, Magia Quero Ser
Insensato Prazer Me nina Declaro-me Livre! Orgasmo
À Deriva Meu Nome é Maria Ata-me Fetiche
Cheiro de Fêmea Caçadora de mim Será sonho? Nosso Prazer
Meu namorado Um Anjo Em Minha Vida Négo! Auto Retrato

Pág.10 Pág. 11 Pág. 12
Ah! Mamãe! Sem Pressa Paraíso
Pai Herói Nua Marcas
Menino-passarinho Clemência É bom saber
Beto, o Solitário Serenidade Sou das Águas
Contraste Por um triz Sou Estranha
Euxinha Nosso Amor De Papel Passado
Delírio Continuar

Cumadis Prosera

 

LIVRO DE VISITAS