SEBO LITERÁRIO

autor

 

 

ODENIR FERRO

 

 

LIVRO DE PROSA POÉTICA
CAMINHO PELAS ESTRELAS

Í N D I C E:

 

PÁG2 PÁG3 PÁG4 PÁG5
Nítidos Contrastes Reveladores Ele Está No Meio De Nós Veio Poético Ausência
Ferramentas & Armas O Milagre da Vida Amar É Bíblico Pleno Estado do Sublime Amor
Objetivo e Subjetivo O Sal da Vida Água, Ar, Terra E Fogo! (Os Elementais da Natureza) Exercício Da Vida
O Meu Poético Chão Razão Individual Palavras Em Ação Falando De Caminho Pelas Estrelas

 

Gentileza, Caridade e Solidariedade Expressivo Acolhimento Amoroso Caminhos Crônica: Assunto sobre o Poema Cognição (A Família Humana)
       

PÁG6 PÁG7 PÁG8
Caminho Pelas Estrelas A Sábia Voz do Povo A Noite É A Minha Guia
A Beleza Reflorescida Nos Pés de Ipês! O Tempo Da Nossa Existência Ano Novo: Românticos Projetos Existenciais
Texto Mensagem: Vamos Celebrar 2010? O Primordial Destes Valores É A Família! Páginas Da Minha Vida
Mensagem: Sábias Mãos Da Justiça! Precioso Dom Doado Por Deus Mensagem Poética: Sublime Amor Universal
Mensagem: Nosso Santo Graal Interior Ao Reafirmarmos Aquele Sim! Códigos!
Os Doces Beijos Dos Belos Beija-Flores Mensagem: Magnífica Força Personalidade
     
 

 

 

APRESENTAÇÃO DO LIVRO


Escrever, para mim, é:
“-Uma grande paixão! Uma entrega de amor incondicional à Humanidade, que eu a entendo e a interpreto como estando atualmente cada vez mais carente de laços afetivos. Construir, elaborar um texto ou um conto, ou uma crônica, ou até mesmo as minhas mais atuais experiências que estão sendo em formular um Livro, é para mim, além de ser uma satisfação pessoal, poder contribuir, com o bom, o belo e o duradouro, criando e recriando justificativas para que se estabeleçam puros compromissos artísticos com a verdade, ao perfazer os emaranhados existenciais de nossa vida, dentro duma insaciável procura de se tentar traduzir uma forte gama enraizada dentro duma emoção indescritível que vai se desmembrando em muitas outras emoções que vão surgindo, vão se imprimindo e se impondo e se manifestando nas palavras e que dentro de mim vão sendo intraduzíveis dentro da minha vida pessoal, sempre a partir do momento em que eu vou podendo deixá-las transparentes para que as leiam. E estou sentindo que ultimamente tenho sido razoavelmente bem sucedido nesta minha Arte. Estou feliz, pois tenho percebido que os acessos de pessoas que se interessam e se motivam a lerem os meus escritos que estão configurados, elaborados, publicados, no meu blogger tem sido inúmeros. Tanto aqui, no Brasil, por cidades espalhadas por todo este nosso belo País, assim como também, embora mais esporadicamente, em cidades de Países como Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha e Portugal e Argentina. Tudo isto para mim, é fonte de imensa satisfação. Posso dizer que chega ser até intraduzível, em relação aos meus sentimentos. É uma emoção tão forte, que vai me motivando a cada vez mais ir escrevendo, ir lendo, ir me informando, enfim, sempre estou a postos, sempre predisposto a arregaçar as mangas da camisa feita com o tecido do amor, na qual o meu coração se veste. Elaborando Satisfatoriamente os meus sentimentos que vivem configurados e registrados dentro das minhas memórias emocionais. E que fazem parte dos meus Registros de Vida aonde através dos quais posso ser um caminhante viandante por este mundo mágico, dentro deste Universo de Deus. E desta forma poder ou criar poderes de me emaranhar pelos meus incógnitos labirintos que me perfazem dentro das minhas emoções, dentro dos meus elaborados pensamentos, dentro das minhas afinadas e sintonizadas percepções com este referido Universo. Enfim, tenho comigo muitos inéditos. Tenho poemas escritos à mão, que estão à espera de serem produzidos para postagem no Site das Claretianas, até o início de 2011! Isto, considerando a publicação de um a cada nova semana, considerando desta semana para frente!
E a minha paixão continua e posso dizer que ela está se expandindo numas nuanças de cores cada vez mais nítidas e elucidativas, na medida em que avanço por estes caminhos que vão me direcionando para esta magnífica beleza que se concentra dentro das forças mágicas que estão nas forças liberadas pela Arte impressa das palavras escritas. Poder estar elaborando um resumo da minha modesta biografia para Vocês, em quem eu depositei nas mãos o original do meu Livro Caleidoscópio Interior, é uma emoção intraduzível, muito embora, agradecidamente, eu estou tentando poder reunir forças dentro de mim, para poder traduzi-las.
Quanto a este livro em questão, posso dizer que gostei muito do Título. Já o título tenta descrever o seu conteúdo. Enfim, escrever é a bela liberdade de expressão artística que um escritor pode ter como ferramenta cultural de trabalho. Escrever um poema, carregando-o com muitas mensagens e muitas expressões visuais, com muito lirismo, muitas belezas e muitas regências e cadências, é uma satisfação pessoal tão imensa, tão grande, que, sem poder traduzi-la, somente posso dizer: - Eu tenho estado vivido muito feliz! Tenho um poema inédito. Inédito que eu digo, é que somente eu, sou quem o conheço. Está muito bem guardado. Sempre quando me lembro dele, nas minhas horas de folga, em que para variar um pouco, fico na minha máquina de escrever – adoro compor na máquina de escrever – principalmente os meus poemas. Então, eu recorro até a ele. Viajo mais ainda, nas minhas emoções. Eu o leio e o releio e me dou por satisfeito. É um poema que já nasceu pronto. E é um poema que eu procurava e que desejava que ele nascesse um dia. E ele nasceu. Está vivo dentro de mim, e está imortalizado dentro de um envelope fechado, datilografado. Então, somente para traduzir estes meu intento de escritos pode-se dizer que os meus escritos procuram o insaciável desejo de descrever e de traduzir todas as minhas emoções que são emoções cristalizadas, lapidadas, transparentes. Confesso-lhes que hoje, assim como ontem, e até mesmo assim como nestes últimos tempos em que tenho vindo vivendo como um nômade caminhante errante por estes caminhos que se perfazem dentro dos emaranhados existenciais desta vida, de que eu estou sendo bem sucedido dentro desta minha expansividade emocional e porque não dizer, até cultural. Estou podendo dizer sobre como interpreto os muitos sentimentos que se aconchegam dentro do meu mundo interior, para muitas pessoas ao mesmo tempo. E digo tudo isto, não por vaidade, mas sim por satisfação pessoal, por sentir que estou podendo muito modestamente contribuir, ao menos um pouquinho, com a melhoria da qualidade de vida das pessoas, e conseqüentemente também com a harmonia vibracional do nosso querido Planeta Terra! Então, posso concluir que escrever, para mim, significa levar mensagens de vida, de amor e sonhos, de esperança e fé, às pessoas que muitas vezes têm dentro de si, opiniões ou divergentes, ou diferentes, ou não tão conclusivas em relação a algo ou alguém. Sinto profundamente dentro de mim, que muitas vezes, uma palavra amiga, tem plenos poderes para modificar algum tipo de decisão ruim, seja esta decisão qual for. Ou então pode até dar algum tipo de “insight” para elucidar algum problema mal resolvido.
Enfim, uma palavra amiga sempre é bem vinda para contribuir, para ajudar, para resolver. E uma palavra escrita é uma palavra de força indissolúvel, pois que a partir do momento em que publicamos uma palavra, uma frase, um texto, um poema, um conto, uma crônica, um Livro, tudo se torna imortal. E quando criamos nossos escritos nos preocupando com um futuro melhor, uma qualidade de vida melhor não somente para nós, mas para muitos os quantos forem possíveis, então creio que nós estamos vigorando uma qualidade de vida senão muito boa, ao menos mais harmônica e condizente com tudo o que a interessar possa, em relação a tudo o que for do bem, do bom, belo, útil e duradouro, para embelezar não somente a nossa vida pessoa, assim como também a do nosso próximo, e oxalá, quiçá, senão de uma grande parcela, possivelmente até, de toda a Humanidade Planetária! Então, escrever, para mim, é dar asas de total liberdade aos sonhos, além de através deles, poder-se criar e recriar algumas ou muitas possibilidades de se abrir uma, senão muitas brechas, uma ou muitas frestas de portas ou até mesmo de janelas, no sentido de se poderem produzir belos e satisfatórios momentos de felicidade através dos altos e baixos que se perfazem entre as puras lógicas vibracionais existenciais que vivem nos caminhos incógnitos das encantadoras razões e das apaixonadas emoções, que vibram aleatoriamente a força intraduzível do nosso mundo interior!”

 

 

 

Sinopse sobre o Livro CAMINHO PELAS ESTRELAS


Creio ser interessante validar a minha proposta quanto escritor, no tocante ao original deste livro.
Trata-se de um livro de crônicas escritas, algumas delas, em prosa poética, intercaladas com  poemas também da minha autoria e que procurei posicioná-los nas páginas de acordo com a temática total do livro.
Sendo assim, procurei globalizar os temas dentro dos assuntos que se refiram tanto ao meu universo interior, quanto ao universo próprio das outras pessoas e também é claro, procurei globalizar os assuntos que nos dizem respeito, no tocante aos caminhos pelos quais avançam rumo ao futuro, o nosso planeta Terra!
Pude também escrever da forma como sinto e vivencio a minha fé interior, tanto quanto como as buscas constantes das minhas emoções delineadas dentro das minhas razões de forma que possa construir um caminho de equilíbrio dentro da minha existência atual.
Penso que é importante também que eu diga o quanto está sendo maravilhoso poder cultuar e expandir a minha arte criativa. Este livro, Caminho pelas Estrelas, é a composição de mais um livro de crônicas.
Desejo e espero que ele seja atrativo e significativo a toda a Humanidade, o tanto quanto ele está sendo envolvente e atrativo para mim, dentro da minha vivência pessoal.
Odenir Ferro

 

 
para índice                  para pág 02

para índice de sebos

o autor  

Registre sua opinião no

Livro de Visitas: