Realizou-se no Rio de Janeiro de

 

09 a 11 de Junho de 2006

 

II Encontro do Portal CEN

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já passaram 4 anos. Que saudades …

Se o Iº Encontro do CEN em Fortaleza CE, foi a partida para a grande expansão do nosso Portal, este IIº Encontro foi o ponto de viragem para o que é hoje o CEN.

A Realização e Coordenação esteve a cargo da nossa querida Autora CEN, a Maria Nascimento Santos Carvalho, que embora um pouco adoentada, organizou um magnífico evento.

Agradecer a Maria Nascimento, só temos estas palavras : Muito Obrigado Maria !

Para relatar o que foi este Encontro, nada melhor do que esta crónica de Luiz Caminha.

 

IIº Encontro do Portal CEN - "Cá Estamos Nós" - Luiz Eduardo Caminha

Entre os dias 09 e 11 de Junho próximo passado Autores, Poetas e Escritores do Brasil e Portugal se encontraram no II Encontro de Escritores Luso-brasileiros do Portal CEN “Cá Estamos Nós.


O Evento aconteceu no poético cabo que adentra ao mar entre as Praias de Copacabana e Arpoador, em Pleno Forte de Copacabana. Três dias de sol, noites estreladas e uma temperatura agradabilíssima garantiram um clima propício à inspiração poética, além de garantir a todos a máxima de Gilberto Gil, “O Rio de Janeiro continua lindo”.
Cidade maravilhosa e de encantos mil o Rio de Janeiro proporcionou, por intermédio da Comissão Organizadora reunida sob a batuta da trovadora e poetisa  Márcia Nascimento, um evento de inúmeras atrações e um programa extremamente eclético.


Para garantir o clima de todos os momentos pré-palestras e de todos os intervalos a música de Luiz Poeta, Marco Aurélio e Reynaldo Sanches correu solta relembrando sucessos da Bossa-Nova, nascida ali perto, no berço esplêndido dos apês da Copacabana dos anos 60.
Alias, é bom que se diga, Luiz Poeta, além de músico versátil é também poeta (como se não lhe bastasse o nome artístico a comprovar) e autor da música do Hino deste II Encontro do Portal CEN “Cá Estamos Nós”, que tem letra da Coordenadora do Evento Márcia Nascimento.
E poeta que se preze e faz música não poderia deixar de lado a poesia em seu vibrante e delicioso refrão:


Salve! Salve! Portal CEN,
Nossa esplêndida estrela radiosa
Que enfeita o além-mar, o mar além
E a nossa Cidade Maravilhosa.


Programa:
A Abertura do Evento, como não poderia deixar de ser,  contou com a participação do Diretor do Portal CEN “Cá Estamos Nós”, Carlos Leite Ribeiro.


Dentre os destaques do Programa os pontos altos estiveram a cargo das Palestras de Arthur da Távola sobre o papel da internet no mundo das letras, de Edir Meirelles sobre Camões e de Lena Ommundsen que abordou o tema de sua tese de pós doutorado na França sobre a vida e obra da escritora francesa Marguerite Duras  (1914-1996). com um rico mergulho na sua obra considerada auto-biográfica "O Amante" que para Lena mostra um quê especial de Conto de Fadas moderno vivido (ou imaginado) pela temperamental autora francesa.


Aliás, é bom que se diga, Lena Ommundsen teve o privilégio de realizar toda a sua Pós Graduação na França. É mestra, tendo defendido tese de Mestrado sobre Jules Verne (1828-1905) em 1978. Fez doutorado sobre Honoré de Balzac (1799-1850), o autor da "Comédia Humana", em 1981. Como ela própria define, com humor, esta época de sua vida: "Vivi com Balzac por 3 anos. Acordava, tomava meu café da manhã, almoçava, jantava e dormia com Balzac. Durante este tempo elaborei minha tese que retrata uma análise psicológica sobre seu último "roman de jeunesse" Annette et le criminel, onde mostrava que todos os persongens arquétipos da Comédia Humana já lá estavam em estado embrionário : a vitalina maldosa e má, a mulher anjo, o grande criminoso, o "arriviste" etc..


Ainda dentro do Programa, sua Agenda Cultural brindou os participantes com o Musical “Aquarela Brasileira”, uma verdadeira viagem cultural pelas cinco regiões do Brasil, com músicas, danças e declamações que encheram de luzes o palco do Auditório da Associação Brasileira de Imprensa, um dos bastiões na defesa da democracia em nosso país desde os tempos do Regime de excessão militar instaurado a partir do Golpe de 1964.
Quanto à sua participação no evento e programa, Caminha, responsável por este site, destaca: “Para mim foi uma honra muito grande participar de um evento desta natureza. Ainda mais quando, por obra da bondade da Coordenadora Maria Nascimento e demais organizadores constamos do programa do Evento falando de uma singela homenagem que fizemos ao Portal CEN e a este Encontro. Sinceramente na merecíamos tanto, especialmente porque, pelo menos dentre os presentes, eu era um debutante, o mais novo integrante desta família tão amável. Concordo com Arthur da Távola quando compara os grupos de internet – em especial o Portal CEN – “Cá Estamos Nós – a pequenas igrejas virtuais ávidas por se encontrarem fisicamente. Talvez esteja aí o “milagre” da internet. Antes dela, já não escrevíamos mais cartas e só encontrávamos nossos amigos em atividades comuns a todos ou em eventos sociais. A internet está permitindo uma aproximação entre os homens de boa vontade, como queria o Senhor Deus ao desejar-nos Paz.”


Caminha vai mais além em sua empolgação: “Hoje o mundo não está mais na próxima esquina – expressão que usávamos há pouco tempo atrás para aqueles que tinham posses e podiam viajar. Hoje o mundo está ali, à nossa frente, submetido apenas à nossa vontade de dedicarmos alguns minutos aos nossos dedos. Sim, aos nossos dedos, porque o mundo pode estar ao nosso alcance, com um simples toque no teclado de um computador. Estamos re-destruindo a Torre de Babel.


E o clima que se viu neste Encontro era o mesmo que aquele de velhos conhecidos que se encontram numa ocasião festiva. Talvez, sem querer bajular, este aspecto deva-se à cordialidade e animosidade que o próprio Diretor do Portal, Carlos Leite Ribeiro, empresta a sua atuação nos trabalhos que executa e faz acontecer no Portal CEN. Um verdadeiro apóstolo é aquele que sabe, sobretudo, servir. E o Carlos faz isto com maestria. Tanto assim o é que, naqueles três dias poetamos, trovamos, cantamos, falamos de música, de literatura e, em momento algum, se ouviu uma voz que lembrando que estávamos numa cidade abalada por problemas de segurança, fruto, sem dúvida, da marginalização e degradação social de nosso País e dos desgovernos insanos de populistas empoleirados no Poder”

 


Lançamentos:

 

 


Outro destaque do Evento ficou a cargo do próprio Diretor do Portal, escritor Carlos Leite Ribeiro, com o lançamento de seu livro em CD “Capricho Humano”, num excelente trabalho de publicação em mídia e editoração eletrônica a cargo de “CARLOS & IARA E*BOOKS PRODUÇÕES”, com Arte Final de Iara Melo. Uma sessão de autógrafos coroou o lançamento da obra eletrônica.


Mas não ficaram apenas neste os lançamentos durante o Evento. O Portal CEN "Cá Estamos Nós" lançou sua IIa. Antologia que conta, entre os autores a responsável pelo Mural Das Letras, deste site, Terezinha Manczak.


A participação de Terezinha não se restringiu apenas à Antologia. Ela proporcionou o lançamento e sessão de autógrafos de seu livro “Céu de Sagitário” para os participantes do Evento.


Sinto-me feliz de estar aqui e gostaria que, um dia, pudéssemos proporcionar uma acolhida semelhante aos nossos irmãos poetas, escritores e autores do Portal CEN. Quem sabe, no futuro, não poderíamos fazer a edição de um destes Encontros em nossa Blumenau?, confidencia Terezinha a este site.
Instigada a falar mais sobre o Encontro e o Portal CEN, Terezinha abre seu coração: “O 2º Encontro do Portal CEN  "CÁ ESTAMOS NÓS" , veio mais uma vez confirmar o valor e a importância do  envolvimento cultural que une os dois países, Brasil  e Portugal. Há oito anos o grupo se comunica virtualmente e o encontro pessoal é a  hora dos olhos nos olhos, do calor dos abraços, na certeza das  afinidades e sonhos comuns. É o coração batendo forte, num encontro de "velhos conhecidos", como numa grande família. No Rio, foi encantador. A paisagem, a alegria dos participantes, o congraçamento através da música e da palavra. A poesia e a amizade como protagonistas de um grande espetáculo. O da união entre os povos da língua de Camões.”


Complementando a fala de Terezinha, Caminha destaca: “Foi uma pena que mais representantes de Blumenau não tivessem comparecido a um Evento desta natureza, um Evento que, sem dúvida, virá a se transformar num atrativo importante da cultura lusófona, em especial, a troca de experiências entre luso-brasileiros que se dedicam às letras”.
Presenças:
Os dois países, Portugal e Brasil se fizeram representar no Evento. Do Brasil destaque-se a presença de poetas dos seguintes estados:
Maranhão,
Ceará,
Rio Grande do Norte,
Pernambuco
Bahia,
Mato Grosso,
São Paulo,
Rio de Janeiro, Paraná, Santa catarina
Rio Grande do Sul
De nossa região, os blumenauenses Terezinha Manczak e Luiz Eduardo Caminha lá estavam representando Blumenau, Santa Catarina e o Site
www.stmt.com.br


Mais:
Um colorido especial foi emprestado ao evento pelos inúmeros Escritores, Poetas e Autores do Portal que se dispuseram, nas Sessões de Tribuna Livre, a declamar suas poesias. Este tipo de inter-atividade permitiu uma convivência mais estreita entre os presentes e, ao fim do Encontro, a sensação de uma mesma família – cujos membros encontraram-se, por primeiro, de forma virtual – como se já se conhecessem há anos foi inevitável.
Aliás, neste aspecto é oportuno destacar a fala de Artur da Távola “O Portal “Cá Estamos Nós” nos traz à lembrança a Igreja primitiva dos primeiros cristãos nos três primeiros séculos do cristianismo, quando ainda se reuniam nas catacumbas e ali faziam seus ritos, celebravam o batismo de novos membros, criavam laços que lhes deu estrutura suficiente para saírem fortalecidos e conquistarem, sem lutas, sem escaramuças,  a própria Roma dos pagãos. A internet foi a ferramenta que permitiu esta Igreja, no sentido de comunidade, moderna aonde pessoas que nunca se viram, quando têm a oportunidade de fazê-lo num Encontro como estes, já parecem íntimos. Talvez porque a solidão de estar só, à frente de um computador, permite que as pessoas, os internautas, revelem certos detalhes, certos segredos de si mesmo que não teriam coragem de fazê-lo se houvesse o contato pessoal, face a face.”
Sobre este aspecto, Luiz Poeta assim se manifestou no início dos trabalhos: “Esta manhã, antes de sair de casa, eu pedi a Deus que este fosse um dia muito especial. Um dia para nos abraçarmos, nos tocarmos, de formas que todos sintam que não somos virtuais”.
Deus atendeu seu pedido, sem dúvida.

 

 

 * Forte e cidade
 * Programação
 * Discurso de abertura
 
*
Fotos
 
*
Flagrantes
 
* Considerandos

 * Homenagem à Margarida Reimão  

 * Recordações - II Encontro do Portal CEN

http://www.caestamosnos.org/Palestra_Artur_da_Tavola.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © Portal CEN - Cá Estamos Nós Web Page

Todos os Direitos Reservados

 
 
 

HINO DO II ENCONTRO * MARIA NASCIMENTO E LUIZ POETA