SEBO LITERÁRIO

   

 

Ariovaldo Cavarzan
 

 

 

 
 
VERSO E PROSA
Pág. 1 de 13 Pág.
 
 

Biografia


Tenho Itapira por terra natal e Campinas por morada atual.
Cedo aprendi a garimpar sutilezas versadas ao meu redor e a entender a importância de intuí-las na direção do humano entendimento.
A simplicidade é minha marca de origem e a valorização da amizade o meu jeito de ser.
Quando chamado a estender braços ao próximo, a ele me aliei, buscando somar na luta em prol do bem.
Sonhador, não passo de mero sensitivo de idéias sopradas, grafitando imagens em painéis de emoções.
Esposa, dois filhos e uma nora, familiares e amigos guardados no coração, compõem registros de histórias vividas em caminhos já percorridos, formando bagagem de força, a ser transportada até a reta final.


Livros publicados


A Esperança (infantil) – editora EME, Capivari (SP) – WWW.editoraeme.com.br
Il Cuore Non Può Dimenticare (O Coração Não Pode Esquecer) – idem
O Regresso – O Retorno à Vida Espiritual, Segundo o Espiritismo, Manual e Dicionário Básico de Espiritismo e Espiritismo e Vida Eterna, os três em coautoria com Geziel Andrade – HTTP://gezielandrade-espiritismo.blogspot.com - ibidem


Monografia não publicada


Banespa, de banco agrícola a conglomerado financeiro – Campinas, setembro de 1977


Diplomas e medalhas


Diploma de Benemerenza Civica outorgado pelo município de Annone Veneto, Veneza – Italia, 15/08/1997
Diploma de honra concedido pela Giunta Regionale della Regione Veneto –Italia, 25/09/2002
Medalha “Giuseppe Garibaldi” – Fedeltà Garibaldina Italia-Brasil, concedida pela Associazione Nazionale Veterani e Reduci Garibaldini – 1882-2002, Itapira, fevereiro de 2005
Medalha e Diploma de Comendador da Ordem do Mérito “Pero Vaz de Caminha” – Relações Culturais Brasil e Portugal , Itapira, 25/04/2003
Medalha e Diploma de Comendador da Real Ordem do Mérito Cultural “Dom João VI” de Portugal, Itapira, 22/07/2006


Atividades atuais


Dietor presidente da Apabex – Associação de Pais Banespianos de Excepcionais – WWW.apabex.org.br
Diretor vice-presidente da Afaban – Associação dos Funcionários Aposenados do Banco do Estado de São Paulo, de Campinas e Região – WWW.afabancampinas.com.br
Associado e conselheiro de diversas associações de funcionários aposentados do antigo Banespa, a exemplo da Afabesp – WWW.afabesp.org.br e da Abesprev – WWW.abesprev.com.br
Membro efetivo das Academias virtuais AVBAP e AVSPE, bem como de Clubes e Grupos de escritores e poetas virtuais, a exemplo do Portal CEN, no qual figura como Autor
Consultor e pesquisador da emigração italiana para o Brasil
Cidadão brasileiro e italiano

23/08/2012

Essência
Ariovaldo Cavarzan


De priscas eras, sou viajor.
Fui retirado de um todo
e convertido em rastilho,
incandescido ao sopro do Criador.

Espraio-me por entre mundos,
ora irradiando luz,
ora ofegando ao peso da cruz.

Sou corisco capilarizado,
seguindo em linha reta,
ou ensandecido em desvios laterais,
como se fossem teias,
ou sangue que corre nas veias,
quais rabiscos serelepes de luz,
esculpindo gráficos iluminados
em matrizes de escuridão.

Cada viagem minha,
comparada à eternidade,
é átimo de faísca elétrica,
ou de relâmpago que fende nuvens,
iluminando a vastidão.

Meu corpo é roupa emprestada,
a ser desvestida ao final da jornada.

Sou hóspede e aprendiz da vida,
buscando imprimir bom jeito
às coisas da lida,
para tornar cheio de paz
o meu peito.

Sou viajor do infinito,
minha essência é o amor.
Sou laço, abraço,
alma, espírito, paixão.
sou coração.

07/06/2009
Ariovaldo Cavarzan

 

Índice

(clicar em Pág. x , no topo)

Pág.2

Pág.3 Pág.4 Pág.5
Ouve... Lenda do Amor , do Ódio e da Dor Galileu A Teia
Saudade Pipas na parede Restos Amar
A Pedra Afastada Eu Quis O Rito do Clarão Aparas da Vida
Lenda do Sol e da Lua Teatro e Vida Parábola dos degraus Contadores de Tempo
Lenda dos Fios d'água Meu céu, cheio de estrelas És Mulher Contrição

 

Pág.6

Pág.7 Pág.8 Pág.9
De Mães e Aquarelas Eterno Tempo Representações Te Amo
Encantado Luar Juras Somos Necessários Liberdade
Esperança No calor dos teus braços Sonhos e Ilusões Decreto do Dia dos Namorados
A Mulher O  Não Sou só... O Beato
Como te amo... O Veleiro Tudo Devagarinho

Pág.10

Pág.11 Pág.12 Pág.13
Pobre Coração... Benditas Virtual Academia Poeta
Poetas e suas sinas Canto de Primavera Exaltação à Lua... Recomeço
Prece Catarse Gotas de tempo Você
Sentimentos são recicláveis O Cordeiro e o Punhal Minhas Mãos Ascese
Suspiros A era do amor Noites de Nós  
 

Livro de Visitas

    

Para pág. 2