Sebo - Adelina Velho da Palma

SEBO LITERÁRIO

Contos

autor

Adelina Velho da Palma
 
 
 

 

 

BIOGRAFIA

 

Adelina Velho da Palma nasceu em Lisboa e é do signo Aquário.

 É licenciada em Matemática pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa onde foi assistente de Análise Matemática, após o que iniciou e seguiu uma carreira dedicada à Informática.

 Começou a escrever em 2002, prosa e poesia, tendo publicado as seguintes obras:
AREIAS MOVEDIÇAS E OUTRAS HISTÓRIAS DE INQUIETAÇÃO, coletânea de contos, Maio de 2005, Editora Pé de página
O GATO DAS OITO VIDAS, coletânea de contos, Dezembro de 2006, Editora Pé de página
A BOA A MÁ E A VILÃ, coletânea de contos, Abril de 2008, Editora Pé de página
EU, INVISUAL, ME CONFESSO, romance, Setembro 2010, Vírgula
CINCO MULHERES NA CASA DE MEU PAI, romance, Junho 2012, Euedito
 

Fazendo uso de um estilo narrativo muito próprio, intenso e linear, desprovido dos artifícios e figuras de estilo tão em voga, a autora prende o leitor desde a primeira página, explorando com mestria a natureza misteriosa e desconcertante da alma humana. Comédia e drama convivem lado a lado nas suas narrativas de onde saltam mundos, sendo o leitor forçado a aderir ao seu jogo, deixando-se conduzir suavemente pelo meio das suas tramas admiráveis, aguardando o desvendar do enigma que cada uma das histórias encerra.
No que concerne a poesia, Adelina Velho da Palma prima pela escolha de temáticas originais, ao mesmo tempo que privilegia o rigor da rima e da métrica. Gosta particularmente de escrever sonetos, tendo já redigido algumas centenas.
Uma selecção de poemas assim como excertos das suas obras em prosa podem ser lidos na sua página pessoal
adelinapalma.com
Qualquer contacto com a autora pode ser encaminhado para o endereço de email
adelina.p@gmail.com
 

 

Adelina Velho da Palma imprime um realismo exuberante, numa descrição pormenorizada de acontecimentos como que por si vivenciados.

Sua escrita tem algo subtil, entusiasmante, que leva o leitor a se sentir insatisfeito ao chegar na ultima linha desta compilação, com o desejo de virar a página na procura de mais contos.

Que palavra procuro para definir este trabalho? Uma muito simples, pequena mas incisivamente forte:amei!

Henrique Lacerda Ramalho

Coronel de Infantaria (ref) / Exército Português

 

 

Índice

 

(clique em pág X )

 

 

 

veja tambem da autora:

 
autora             Publicações            anexo
 

 

 

Página2

 

Registre sua opinião no

Livro de Visitas: